Sudaneses deixam terras centro-africanas após uma década de exílio

Ouvir /

Acnur quer processo de reintegração seguro e inclusivo para centenas de pessoas que regressam a Darfur; última etapa de transferência envolveu 66 voos fretados em menos de um mês.

O conflito entre as forças sudanesas e grupos armados provocou o êxodo da área de Darfur Sul para a República Centro-Africana. Foto: Ocha/Amy Martin

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

A saída voluntária de 1,4 mil pessoas repatriadas para a região sudanesa de Darfur marcou o fim de 10 anos de asilo na República Centro-Africana.

A Agência das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, garantiu este fim de semana a transferência dos cidadãos sudaneses que viviam no acampamento centro-africano de Pladama Ouaka, em Bambari, para a área de Dafag.

Voos fretados

A operação iniciada a 12 de dezembro passado, envolveu um total de 66 voos fretados. Em território centro-africano continuam 194 refugiados sudaneses, que correspondem a 70 famílias, que optaram por permanecer.

O conflito entre as forças sudanesas e grupos armados provocou o êxodo da área de Darfur Sul para a República Centro-Africana. Uma década depois, os refugiados manifestaram vontade de voltar à casa porque melhorou a segurança e avançou o desarmamento dos grupos armados nas suas áreas de origem.

Parcelas de terra

Além de garantir o transporte aéreo e terrestre dos retornados, o Acnur ofereceu um pacote para financiar a reintegração dos sudaneses.

Nas suas áreas de origem, cada pessoa recebeu parcelas de terras, artigos não alimentares e dinheiro para apoiar na construção.

O Programa Mundial de Alimentação, PMA, participa na iniciativa com uma ração alimentar suficiente para dois meses. As autoridades locais deverão fornecer terra para que os repatriados pratiquem a agricultura.

No terreno, o Acnur ajuda a melhorar os serviços de saúde enquanto espera que o Governo do Sudão implemente as normas internacionais sobre o retorno dos refugiados que incluem as amnistias.

O Acnur continuará a acompanhar a situação de repatriados de Dafag para assegurar um processo de reintegração seguro e inclusivo.

Notícias relacionadas:

Darfur: ONU insta Sudão a abordar situação de milhões de deslocados

Uganda: Acnur procura apoio urgente para 1 milhão de sul-sudaneses

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 19 DE JANEIRO DE 2018
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 19 DE JANEIRO DE 2018
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031