Em viagem oficial, Guterres é recebido pelo presidente da Colômbia

Ouvir /

Secretário-geral da ONU visita país sul-americano este fim de semana para demonstrar seu apoio ao esforços de paz; António Guterres é acompanhado pela embaixadora do país junto à ONU, María Emma Mejía, e pelo representante especial dele na Colômbia, Jean Arnault.

António Guterres é recebido pelo presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. Foto ONU / Constanza García Rubio

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

O chefe das Nações Unidas chegou este sábado à Colômbia, onde foi recebido pelo presidente do país, Juan Manuel Santos. A visita de António Guterres à nação sul-americana serve para demonstrar o apoio da ONU aos esforços de paz.

O secretário-geral deve reunir-se também com integrantes do governo colombiano, das Forças Armadas e de lideranças das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, Farc, que firmou um acordo de paz com o governo, em setembro de 2016.

Missão

Antes da viagem, o porta-voz de Guterres, Stephane Dujarric, informou que o chefe da ONU também manterá encontros com representantes da Igreja Católica, da sociedade civil, e da Missão de Verificação das Nações Unidas, além da equipe da organização que trabalha no país.

Secretário-Geral da ONU, António Guterres, em encontro com presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. Foto: Constanza García Rubio

Guterres deverá comparecer a projetos no terreno e ver de perto como ex-combatentes das Farc são reintegrados à sociedade.

O secretário-geral está sendo acompanhado pela embaixadora da Colômbia junto à ONU, María Emma Mejía, e pelo representante especial dele no país, Jean Arnault, que chefia a Missão de Verificação.

Conversações

Ainda esta semana, Arnault discursou no Conselho de Segurança sobre as conversações entre o governo e um outro grupo, o Exército de Libertação Nacional, ELN.

Arnault afirmou que o clamor pela contínua suspensão das ações militares no país é unânime, apesar das várias imperfeições do cessar-fogo. Ele disse ainda que organizações sociais, acadêmicos, setor privado e autoridades locais querem a continuidade do acordo de cessar-fogo entre o ELN e o governo colombiano.

Na segunda-feira, a Missão de Verificação da ONU na Colômbia e a Conferência Episcopal da Igreja Católica deixaram claro que é preciso manter o nível baixo de violência que prevaleceu durante os últimos três meses. Ambas as instituições ajudam a monitorar o cessar-fogo.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 19 DE JANEIRO DE 2018
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 19 DE JANEIRO DE 2018
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031