Exclusiva: Malala diz que líderes têm de ser responsáveis por seus povos

Ouvir /

Em entrevista à ONU News, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz e Mensageira da Paz das Nações Unidas, Malala Yousafzai lembrou que 130 milhões de meninas estão fora da escola em todo o mundo.

Malala Yousafzai nas Nações Unidas, Nova Iorque. Foto: ONU/Rick Bajornas

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.*

A mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da Paz no mundo tem um recado para os líderes internacionais: eles são responsáveis pelos seus povos e pelas futuras gerações.

Em entrevista à ONU News, Malala Yousafzai disse que estava apenas lembrando a chefes de Estado e Governo que eles ocupam posições de responsabilidade para seus povos e o futuro de suas nações.

Para a Mensageira da Paz da ONU, é preciso aumentar também os investimentos numa educação de qualidade. Segundo ela, se isso não for feito, o mundo poderá perder as futuras gerações.

Feminista

Malala afirma que é preciso apoiar 130 milhões de meninas, que estão fora da escola, a chegar aos bancos escolares. Para a Prêmio Nobel, são necessárias não somente mudanças em legislações, mas também ações.

A Mensageira da Paz das Nações Unidas falou à ONU News às margens dos debates de líderes internacionais na Assembleia Geral, em setembro.

Entrevistada por Ben Malor, ela contou que ganhar o Nobel da Paz ainda tão jovem não alterou a sua personalidade ou até mesmo o relacionamento com os irmãos e toda a família.

No passado, Malala afirmou que é feminista e que defende os direitos das mulheres e meninas. Nesta conversa com a ONU News, ela declarou que muitos homens têm que se esforçar mais na promoção do equilíbrio de gêneros.

Papel dos homens

A ativista paquistanesa disse que os os homens têm que fazer muito mais. Ela contou que o pai é uma inspiração porque as cinco irmãs dele não puderam ir à escola. Então, ele decidiu que permitiria que sua única filha fosse à escola adquirir educação e depois alçar sua voz.

A Nobel da Paz lembrou dos ataques dos terroristas no Vale do Swat quando a educação das meninas foi banida. Ela relatou que muitos pais e irmãos não deixavam suas colegas falarem, mas que o pai dela nunca a impediu.

Malala Yousafzai afirmou que a receita do empoderamento é simples: é preciso acreditar nas meninas e nas mulheres. E os pais devem permitir que suas filhas sejam o que quiserem ser. Segundo ela, os homens têm que apoiar as mulheres porque é melhor para a economia, para a saúde e os padrões de vida, e também para o futuro em geral.

 

*Entrevista a Ben Malor

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031