Conflito na Ucrânia entra no quarto ano com 1,6 milhão deslocados

Ouvir /

Ucranianos lutam em busca de segurança, habitação adequada e acesso a empregos; Acnur diz que segurança continua sendo a principal preocupação para 800 mil pessoas que vivem perto da chamada linha de contato em Donetsk e Luhansk.

Ucrânia. Foto: Acnur (arquivo)

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

A Agência das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, afirmou esta sexta-feira que o conflito na Ucrânia entra no quarto ano com 1,6 milhão de deslocados em busca de segurança, habitação adequada e acesso a empregos.

Segundo a agência, "a segurança continua sendo a principal preocupação para quase 800 mil pessoas que vivem perto da chamada linha de contato em Donetsk e Luhansk, no leste do país.

Danos

Os combates esporádicos nessa região continuam causando danos à infraestrutura civil gerando novas necessidades humanitárias e criando novos riscos de deslocamento.

Em junho, o Serviço de Guarda de Fronteira da Ucrânia registrou mais de 1,1 milhão de pessoas cruzando a linha divisória na região leste.

O Acnur está preocupado com as dificuldades dos ucranianos em relação à liberdade de movimento, especialmente no momento em que cruzam a linha de conflito.

Acesso

A agência cita longas filas e espera nos postos de segurança e as pessoas que estão aguardando têm acesso limitado a serviços básicos como acesso à água, banheiros e cuidados de saúde.

Segundo o Acnur, isso acaba criando mais uma dificuldade para as pessoas com problemas de mobilidade e necessidades especiais, em particular entre idosos e mulheres com crianças pequenas.

A ONU pediu a todas as partes envolvidas no conflito que garantam a proteção dos civis e dos acampamentos que abrigam essas pessoas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 18 DE AGOSTO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 18 DE AGOSTO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031