Relatório destaca papel essencial de tecnologia para sucesso dos ODSs

Ouvir /

Documento de diversos programas e agências das Nações Unidas se concentra em tecnologias de comunicação e informação; mais de 20 líderes da ONU partilham suas expectativas para a área.

Mulheres aprendem a programar em um centro de tecnologia no Afeganistão. Foto: Unama/Fraidoon Poya

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

Tecnologias de informação e comunicação são fundamentais para as economias mundiais hoje em dia. Elas fornecem acesso a recursos importantes como oportunidades de emprego, serviços bancários pela internet e cuidados de saúde.

Levando isso em conta, líderes das Nações Unidas estão recorrendo a estas tecnologias para acelerar ações para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs.

Perspectivas

Em uma nova publicação, mais de 20 líderes de agências e programas da ONU  partilharam suas perspecticas sobre como e porque a questão é fundamental.

O lançamento da publicação coincide com a realização do Fórum Político de Alto Nível das Nações Unidas sobre o progresso na implementação dos ODSs, entre 10 e 19 de julho na sede da ONU em Nova Iorque.

Desenvolvimento Sustentável

Com o tema "Erradicando a pobreza e promovendo prosperidade em um mundo que está mudando", o fórum está revisando o progresso de seis dos ODSs, incluindo o número 9, que busca construir infraestrutura resiliente, promover industrialização inclusiva e sustentável e estimular inovação.

Embora as tecnologias de informação e comunicação estejam ligadas de forma mais próxima a este ODS, a nova publicação destaca que elas têm um papel fundamental para que todos os 17 objetivos sejam alcançados.

No prefácio da publicação, o secretário-geral da ONU, António Guterres, destacou que o impacto da revolução digital está se tornando mais evidente a cada hora que passa.

Guterres destacou ainda que a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável reconhece o grande potencial da conectividade global para estimular o progresso humano.

Para ele, o relatório "apresenta evidências de como as agências da ONU estão adotando e adaptando as tecnologias de informação e comunicação para maximizar seu impacto e ajudar pessoas que precisam".

Cinco pontos

A União Internacional das Telecomunicações, UIT, destaca cinco áreas como lições da publicação. Uma delas é garantir que ninguém seja deixado "offline". Segundo a agência da ONU, metade da população do mundo, ou 3,9 bilhões de pessoas, ainda não têm acesso à internet.

Outros pontos incluem reconhecer o fator catalizador das tecnologias de informação e comunicação para inovação e mudança, colocar as pessoas em primeiro lugar, ação imediata para alavancar essas tecnologias e criar novas e inovadoras parcerias.

O relatório foi coordenado pela UIT e escrito em uma ação colaborativa entre 29 programas da ONU, agências especializadas e organizações internacionais.

A UIT desenvolveu uma plataforma online que descreve oportunidades para as tecnologias de comunicação e informação em apoio aos ODSs.

Notícias Relacionadas:

ONU quer que inteligência artificial combata desafios da humanidade

Iniciativa de telefonia móvel ajuda a combater fome no Quénia

Unodc: Grupos criminosos aumentam a sua capacidade com novas tecnologias

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 27 DE JULHO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 27 DE JULHO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2017
S T Q Q S S D
« jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31