Unicef: 55% das crianças pequenas privadas de atividades com seus pais

Ouvir /

Número corresponde a aproximadamente 40 milhões de crianças; análise da agência da ONU foi lançada antes deste domingo quando o Dia dos Pais é comemorado em 80 países; em Moçambique, percentual chega a 80%.

Foto: ONU/Sophia Paris

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

O Dia dos Pais é celebrado neste domingo em 80 países no mundo. Às vésperas da data, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, divulgou uma nova análise: cerca de 55% das crianças entre 3 e 4 anos, mais da metade em 74 países, têm pais que não brincam nem se envolvem em atividades de aprendizado precoce com elas.

O número corresponde a aproximadamente 40 milhões de crianças. Em países de língua portuguesa, o percentual chega a 80% em Moçambique, 78% em São Tomé e Príncipe e 54% na Guiné-Bissau.

Números

Para o diretor de Dados, Pesquisa e Política da agência da ONU, o que esses números mostram é a dificuldade dos pais de desempenharem um papel ativo nos primeiros anos de vida de seus filhos.

Segundo Laurence Chandy, é preciso quebrar as barreiras que impedem que esses homem forneçam a seus bebês e filhos pequenos um "ambiente propício para que possam prosperar", incluindo com amor, brincadeiras, proteção e alimentos nutritivos.

Dados

Ele defendeu ser necessário garantir que pais e mães tenham o tempo, os recursos e o conhecimento que precisam para apoiar o desenvolvimento de seus filhos pequenos.

A análise do Unicef usa dados de comportamento e observou se crianças de 3 a 4 anos se envolveram em quaisquer atividades de brincadeiras ou aprendizado com seus pais.

As ações incluíam, entre outras, leitura, contar histórias, cantar músicas e desenhar.

Campanha

O Unicef lançou uma iniciativa nas redes sociais para encorajar os pais a terem um papel mais ativo no desenvolvimento de seus filhos pequenos, destacando a importância do amor, da brincadeira, da proteção e da boa nutrição para o desenvolvimento saudável das crianças.

Neste mês, a agência está fazendo um convite às famílias para que publiquem fotos e vídeos sobre o que é preciso para ser um "super pai" usando a hashtag #EarlyMomentsMatter em suas contas no Instagram e no Twitter.

Estrelas do mundo do entretenimento e do esporte, incluindo Mahershala Ali, vencedor do Oscar de melhor ator coadjuvante em 2017, Hugh Jackman, David Beckham, Lewis Hamilton, Novak Djokovic e Daniel Cormier juntaram-se à campanha “Super Pais”.

Neurociência

O Unicef apela a governos e ao setor privado que aumente o apoio a programas de desenvolvimento da primeira infância que busquem fornecer a pais e mães os recursos e informações necessárias para que eles possam cuidar de seus filhos.

Avanços no campo da neurociência provaram que quando as crianças passam seus primeiros anos em um ambiente estimulante e de apoio, novas conexões entre neurônios podem se formar em uma velocidade única na vida de mil por segundo.

Estas conexões, segundo o Unicef, ajudam a determinar sua saúde, habilidade de aprendizado e de lidar com o estresse e até influenciam sua capacidade de ganhar dinheiro enquanto adultos.

Pesquisas também sugerem que exposição à violência e falta de estímulo e cuidado podem evitar que conexões neurais ocorram. Ao mesmo tempo, quando as crianças interagem de forma positiva com seus pais, elas têm melhor saúde psicológica, autoestima e satisfação em longo prazo. 

Notícias Relacionadas:

Primeiros mil dias de vida são cruciais para desenvolvimento do cérebro

Desenvolvimento em risco para 43% das crianças pobres menores de cinco anos

Quase 250 milhões crianças e jovens são intimidadas nas escolas 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031