Guterres diz que "sociedade civil livre" é crucial na resposta ao terrorismo

Ouvir /

No Turcomenistão, secretário-geral da ONU afirmou que Plano de Ação Conjunto combaterá problema; medidas incluem fim do financiamento ao terrorismo, melhora da segurança nas fronteiras e diálogo entre religiões.

Foto: Unama/Jawad Jalali (arquivo)

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que uma sociedade civil livre, inclusiva e vibrante é fundamental para uma resposta ampla contra o terrorismo.

A declaração foi feita, esta terça-feira, em pronunciamento durante o Diálogo de Alto Nível sobre a implementação da Estratégia Global da ONU Contra o Terrorismo na Ásia central, que está sendo realizado no Turcomenistão.

Direitos

Falando em inglês, Guterres disse que "garantir os direitos de liberdade de expressão, associação e reunião pacífica nesta região é fundamental para combater a ameaça do extremismo violento".

Para o chefe da ONU, com o aumento da ameaça do extremismo violento no mundo, é importante assegurar que as tentativas de prevenir ou restringir o problema não tenham um efeito negativo.

António Guterres afirmou que isso significa que "o mundo precisa de políticas que sejam não somente fortes, mas inteligentes".

O secretário-geral explicou que políticas que limitam os direitos humanos acabam alienando comunidades religiosas e étnicas, grupos que normalmente têm todo o interesse em lutar contra o extremismo.

Ele afirmou que o resultado de tais políticas pode acabar levando as pessoas para as mãos dos terroristas.

Plano de Ação

Guterres declarou que o Plano de Ação Conjunto está ajudando os países da região a combater o terrorismo. A Estratégia Global da ONU Contra o Terrorismo na Ásia central tem sete pontos prioritários.

As medidas de resposta incluem diálogo e prevenção de conflito, respeito aos direitos humanos e ao Estado de direito, educação, fim do financiamento para terroristas e aumento da segurança nas fronteiras.

Além disso, o plano busca um maior engajamento de mulheres e dos jovens nesse processo e o desenvolvimento de novas habilidades profissionais e oportunidades de emprego.

Guterres afirmou que a ONU continua pronta para ajudar todos os países nos esforços de combate ao terrorismo e ao extremismo violento.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

junho 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930