Em Parlamento Europeu, Guterres defende Europa unida e solidariedade

Ouvir /

Secretário-geral discursa em Estrasburgo ao lado do presidente da casa, Antonio Tajani (foto); chefe da ONU ressalta benefícios da globalização e a importância de se fazer mais pelos refugiados.

Secretário-geral da ONU, António Guterres, fala no Parlamento Europeu em Estrasburgo. Atrás dele está o Presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani. Foto: União Europeia 2017- Fonte: Parlamento Europeu

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Para o secretário-geral das Nações Unidas com a solidariedade, todos os problemas podem ser resolvidos.  Ele fez a declaração durante uma visita, nesta quarta-feira, ao Parlamento Europeu.

António Guterres afirmou, em Estrasburgo, que 1 milhão de refugiados pode ser um número alto, mas representa somente 2% da população eruopeia enquanto o Líbano, por exemplo, tem mais de 30% de sua população composto de refugiados.

Países vizinhos

O secretário-geral falou a jornalistas ao lado do presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani.

Ao responder a uma pergunta em português sobre as causas da crise de refugiados, Guterres disse que precisa haver mais apoio a países vizinhos aos que estão em conflitos.

"É necessário criar condições para que as pessoas não se sintam tão desesperadas que tenham que arriscar as suas vidas cruzando o Mediterrâneo nas circunstâncias precárias que são conhecidas. E depois, acho que, há outra combinação que tem que ser mais eficaz. Por um lado, maior capacidade de coordenação dos esforços para combater o tráfico e o contrbando de seres humanos, mas a coordenação deste combate tem que ser acompanhada pela criação de mais oportunidades quer de acolhimento legal de refugiados, quer de acolhimento legal de migrantes."

Venezuela

O secretário-geral da ONU também falou sobre a situação da Venezuela. Ele disse que está acompanhando a crise, o que para ele é motivo de grande preocupação.

"Tenho desenvolvido um conjunto de contactos com diferentes mediadores. Quer os ex-presidentes, quer a Santa Sé e contactos com vários líderes da região. Apenas com o objetivo de facilitar que se encontrem as formas de mediação indispensáveis para que esta crise política possa ser resolvida. E com a solução da crise política se possam encontrar também soluções para os aspectos que têm penalizado muito o povo venezuelano, no plano social, no plano econômico, no plano da saúde e em todos os outros."

O secretário-geral da ONU ressaltou ainda as dificuldades políticas e a violência que têm ocorrido na Venezuela.

Antes de seu discurso no Parlamento Europeu, Guterres foi recebido, na terça-feira, pelo novo presidente da França, Emmanuel Macron, em Paris.

O líder francês prometeu o apoio à ONU incluindo a promoção dos direitos humanos e da Agenda 2030, de desenvolvimento sustentável.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 20 DE NOVEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 20 DE NOVEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930