Unicef lamenta seis anos de "carnificina" na Síria

Ouvir /

Mais de 60 crianças foram mortas em ataque ocorrido a um comboio no fim de semana; diretor da agência da ONU pede mais determinação para que todos os menores recebam ajuda.

Criança síria em Aleppo. Foto: Ocha/Romenzi

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque. 

O diretor do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, se pronunciou sobre um atentado ocorrido no fim de semana na região de Alepo, na Síria. Segundo Anthony Lake, mais de 60 crianças morreram quando um comboio foi bombardeado.

O ataque aconteceu no sábado, quando as pessoas deixavam as cidades de Foah e Kefraya. Segundo agências de notícias, foram mais de 120 mortos. O diretor do Unicef lamenta os "seis anos de guerra e de carnificina humana na Síria" e o "novo horror" ocorrido no fim de semana.

"Covardia"

Anthony Lake pede "determinação renovada" em prol de todas as crianças inocentes sírias e para que a guerra acabe o mais rápido possível.

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários também condenou a explosão. Segundo Stephen O'Brien, os "autores do ataque monstruoso e covarde demonstraram um desprezo completo pela vida humana".

Ele lembra que a lei internacional humanitária é bem clara: as partes em conflito têm o dever de proteger os civis e fazer a distinção entre alvos civis e militares.

ONU e organizações parceiras, como Crescente Vermelho Sírio, estão fornecendo assistência aos feridos.

Notícias Relacionadas:

Síria: ONU condena ataque a pessoas sendo retiradas de Foah e Kefraya

Brasil doa vacinas e medicamentos para ajudar crise de saúde na Síria

Síria: Conselho de Segurança não aprova resolução sobre ataque químico 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE ABRIL DE 2017
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE ABRIL DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2017
S T Q Q S S D
« mar    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930