OMS anuncia avanço no combate a Doenças Tropicais Negligenciadas

Ouvir /

Relatório da agência da ONU afirma que 1 bilhão de pessoas no mundo receberam tratamento para combater o problema só em 2015; começa esta quarta-feira a Reunião de Parceiros Globais sobre NTDs, em Genebra.

Doenças Tropicais Negligenciadas, DTNs. Foto: Banco Mundial/Dominic Chavez

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque*.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, afirmou que houve avanço sem precedentes no combate às Doenças Tropicais Negligenciadas, DTNs.

Segundo um relatório da agência da ONU divulgado esta quarta-feira, tendo como base o ano de 2015, 1 bilhão de pessoas receberam tratamento para combater essas doenças.

Reunião

O lançamento do documento coincide com o ínicio da Reunião de Parceiros Globais sobre DTNs, em Genebra, que tem como objetivo celebrar os esforços para "colaborar, acelerar e eliminar" o problema.

Em entrevista à ONU News, de Bissau, antes do encontro, o responsável de Prevenção e Controle de Doenças da OMS na Guiné-Bissau, Inácio Alvarenga, contou que o país é um caso de sucesso.

"A oncocercose (cegueira dos rios) está praticamente extinta na Guiné-Bissau. Ao contrário dos outros países onde é necessária a luta contra moscas vectoras. A Guiné-Bissau praticamente conseguiu dar à volta a situação simplesmente com destruição de medicamente à base comunitária e periodicamente."

Já Hernando Agudelo, representante da OMS em Angola acredita na força das crianças em idade escolar como multiplicadoras da mensagem de prevenção.

"Agora, dentro em breve, vamos dar um par de viaturas para fazer a mobilização das aldeias onde o tratamento em massa tem de ser feito para deslocar, fazer a mobilização das comunidades. Por exemplo, o tratamento nas escolas assegurando que se dá o tratamento."

Pobreza

A diretora-geral da organização, Margaret Chan, disse que foi registrado um progresso recorde, por exemplo, para acabar com a chamada doença do sono e a filaríase linfática, popularmente conhecida como elefantíase.

Chan declarou que nos últimos 10 anos, milhões de pessoas foram resgatadas de situações de "deficiência e pobreza" graças a uma das mais eficazes parcerias no sistema moderno de saúde pública.

Desde 2007, os parceiros se reúnem para lutar contra o problema e em 2012, endossaram o "Mapa da OMS da DTN". Entre as maiores conquistas globais, a OMS diz que mais de 550 milhões de pessoas receberam tratamento para combater a elefantíase.

Mais de 114 milhões foram medicadas contra a chamada "cegueira do rio". As autoridades de saúde registraram apenas 25 casos de pessoas contaminadas com a dracunculíase também conhecida como verme da Guiné em 2016, bem próximo da erradicação.

A doença do sono caiu de mais de 37 mil casos em 1999 para 3 mil em 2015.

Cegueira

O tracoma, infecção que é a principal de cegueira foi eliminada como um problema de saúde pública em Omã, no Marrocos e no México. Mais de 56 milhões de pessoas no mundo receberam tratamento para combater o problema também em 2015.

A leishmaniose visceral foi praticamente eliminada na Índia e em Bangladesh e não existe mais no Nepal. Foram registrados apenas 12 casos de mortes por raiva na região das Américas em 2015, bem perto da meta de erradicar a doença entre humanos neste mesmo ano.

Mas o relatório cita a necessidade de aumentar as ações em algumas áreas. Segundo a OMS, futuros ganhos na luta contra as NTDs dependerá do progresso para se alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. A chave será atingir as metas para o fornecimento de água e serviços de saneamento básico.

A agência da ONU calcula que 2,4 bilhões de pessoas não têm acesso adequado a banheiros e mais de 660 milhões continuam bebendo água de fontes contaminadas.

Os especialistas da OMS afirmaram que a recente preocupação global com a epidemia do vírus da zika e suas complicações, revitalizaram os esforços para controlar o vetor, o mosquito Aedes aegypt.

*Em parceria com o Escritório Regional da OMS para África.

Notícias relacionadas:

Entrevista: OMS e o caso das “doenças esquecidas” em Angola

OMS quer mais investimentos para combater fontes de água contaminada

OMS quer erradicar doenças tropicais negligenciadas até 2020

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

junho 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930