Brasil doa vacinas e medicamentos para ajudar crise de saúde na Síria

Ouvir /

Organização Mundial da Saúde revela que ajuda será suficiente para 21 mil tratamentos; este é o primeiro carregamento enviado pelo país em apoio ao setor de saúde sírio.

Foto: OMS/G. Smyth

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

O governo do Brasil está doando vacinas e medicamentos para a Síria, em ação coordenada com a Organização Mundial da Saúde, OMS. Esta é a primeira vez que o país envia carregamentos do tipo para ajudar a crise de saúde síria.

Segundo a OMS, a doação será suficiente para 21 mil tratamentos. O Brasil enviou vacinas para rotavírus e doenças pneumocócicas, antibióticos, analagésicos e outros remédios.

Milhões de Pacientes

Devido às sanções, a Síria enfrenta dificuldades para importar medicamentos que não são produzidos no país. A representante da OMS na Síria, Elizabeth Hoff, declarou que "a doação brasileira é muito bem-vinda e vai de encontro às necessidades de muitos feridos e de pacientes sofrendo de doenças crônicas".

Desde o início do conflito sírio, há seis anos, a OMS tem coordenado ações com países e organizações internacionais. A agência calcula que 13,5 milhões de pessoas precisem, com urgência, de assistência médica na Síria.

Notícias Relacionadas:

Síria: Conselho de Segurança não aprova resolução sobre ataque químico

Mediador fala de “grande perigo” no avanço das negociações sobre a Síria

Comboio da ONU consegue entregar mantimentos para 35 mil sírios

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

junho 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930