Mulheres empoderadas são prioridade em mundo dominado por homens

Ouvir /

Secretário-geral da ONU fez a afirmação na abertura da reunião da 61ª Comissão sobre o Estatuto da Mulher; António Guterres afirmou que mulheres estão na linha de frente da justiça, por um mundo mais justo e decente.

António Guterres em discurso na 61ª Comissão sobre o Estatudo da Mulher. Foto: ONU/Rick Bajornas

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres afirmou que "num mundo dominado pelos homens, o empoderamento das mulheres deve ser uma prioridade".

O chefe da ONU fez a declaração na abertura da reunião da 61ª Comissão sobre o Estatudo da Mulher, esta segunda-feira. Segundo ele, as mulheres já têm o que precisam para ter sucesso, o empoderamento é sobre "romper as barreiras estruturais".

Homens

Falando em inglês na Assembleia Geral, Guterres afirmou que as mulheres estão na linha de frente da justiça por um mundo mais justo e decente. Ele disse que "os homens ainda dominam o mundo, mesmo em países que se consideram progressistas.

O secretário-geral declarou que "o machismo bloqueia as mulheres e isso fere a todos". António Guterres afirmou que a comunidade internacional deve agir junta para combater o problema.

Ele disse que essa ação conjunta é necessária porque 130 milhões de mulheres e meninas no mundo sofreram mutilação genital e 225 milhões não tem acesso a contraceptivos modernos. Além disso, 15 milhões de meninas são forçadas a casar todos os anos e 830 mulheres correm o risco de morrer na hora do parto diariamente.

Discriminação

Guterres declarou que as mulheres estão sofrendo novas agressões à sua dignidade e segurança. Extremistas estão criando ideologias subjugando e negando os direitos de mulheres e meninas.

O chefe da ONU disse ainda que a violência sexual, o casamento forçado, tráfico humano e escravidão são armas física e psicológica de guerra. Ele afirmou que a discriminação à mulher representa um alerta de que os valores comuns da sociedade estão sob ataque.

O secretário-geral declarou que "o mundo precisa de mais líderes mulheres e mais homens defendendo a igualdade de gênero". Guterres deixou claro que a ONU vai apoiar integralmente o empoderamento das mulheres.

Missões de Paz

Ele falou ainda sobre a importância da participação das mulheres nos processos de paz. Segundo o chefe da ONU, quando as mulheres estão envolvidas em missões de paz, as chances de se alcançar a paz sobem para 35%.

Atualmente, Guterres afirmou que as operações de paz das Nações Unidas contam com apenas 3% de mulheres.

Ele pediu aos Estados-membros que aumentem o nível de participação feminina em suas tropas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 23 DE OUTUBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 23 DE OUTUBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031