Dia Internacional das Florestas destaca relação com fontes de energia

Ouvir /

Nações Unidas defendem promoção de diversas formas energéticas; planeta perde mais de 3 milhões de hectares de florestas por ano; países em desenvolvimento consomem 90% da lenha e carvão do mundo.

Dia Internacional das Florestas. Foto: Banco Mundial/Arne Hoel

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Debates, campanhas de reflexão e publicações especiais marcam em todo o mundo o 21 de março, Dia Internacional das Florestas.

Sob o lema Florestas e Energia, as Nações Unidas querem despertar a consciência sobre a importância de todos os tipos de bosques, que cobrem 30% da superfície da Terra. A conservação das árvores fora das matas é o outro objetivo das celebrações.

Necessidade

A ONU News conversou,  em Nova Iorque, com o diretor do Fórum sobre as Florestas do Departamento dos Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas, Desa.

Manoel Sobral Filho disse que haver 2 bilhões de pessoas dependentes de recursos energéticos dos bosques para atender as suas necessidades, uma tendência que afirmou aumentar os receios sobre a sustentabilidade.

"Nós temos que promover a sustentabilidade, promover mais plantios de florestas e promover uma extração somente do que a floresta pode repor. É  o que a gente chama de manejo florestal sustentado. Devo admitir que nós temos também que promover outras formas de energia, onde não se pode contar com a floresta de forma sustentada. A energia solar, por exemplo, já tem grandes avanços nessa área em algumas partes da Ásia, da África e da América latina."

Investimentos

O especialista da ONU disse haver ainda esperanças de uma recuperação florestal a longo prazo, apesar da perda de mais de 3 milhões de hectares de bosques por ano.

"Tem que haver maior cooperação Norte-Sul com investimento do Norte em plantações florestais, especialmente para energia para o atendimento de comunidades pobres. Eu acho que isso é possível. No âmbito do Acordo de Paris, uma série de países em desenvolvimento se comprometeu a aumentar sua área florestal em mais de 100 milhões de hectares de forma global, para armazenar carbono e ao mesmo tempo usar de forma sustentável esses recursos inclusive para a energia. Essa cooperação Norte-Sul é fundamental. Com isso eu acho que a gente pode avançar bastante."

A ONU defende que as florestas são muitas vezes a única fonte de energia disponível para as populações das zonas rurais em países em desenvolvimento.

A organização estima que 90% da lenha e carvão do mundo são consumidos pelo grupo de nações.

Notícias relacionadas:

Semana de violência matou mais de 150 em quatro províncias da RD Congo

Mais de 100 teriam morrido em ação de exército contra milícias na RD Congo

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE SETEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE SETEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930