Unesco condena assassinato de jornalistas na República Dominicana

Ouvir /

Diretora-geral denunciou a morte do apresentador de rádio Luis Manuel Medina e do produtor Leónidas Martinez esta semana; eles foram assassinados por um homem armado quando transmitiam ao vivo o programa "Milenio Caliente".

Foto: Unesco (arquivo)

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.*

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, Irina Bokova, condenou o assassinato de dois jornalistas da rádio FM 103, na República Dominicana.

Bokova afirmou que "tal brutalidade espalha o terror não só através da comunidade da mídia mas também por toda a sociedade".

Justiça

Segundo a Unesco, um homem armado entrou nas instalações da rádio nesta terça-feira e disparou contra o apresentador Luis Manuel Medina e contra o produtor e diretor da emissora, Leónidas Martinez, quando apresentavam ao vivo o programa "Milenio Caliente".

Irina Bokova pediu às autoridades dominicanas que façam tudo que for possível para levar à justiça o responsável ou responsáveis pelo crime.

Ela quer também que as "autoridades apoiem as empresas de comunicação cuja contribuição para um debate público informado é indispensável para manter o respeito pelos direitos humanos internacionais, em particular, do direito básico de liberdade de expressão".

*Apresentação: Michelle Alves de Lima.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 22 DE MARÇO DE 2017
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 22 DE MARÇO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

março 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031