Portugal entre organizadores de encontro sobre mares e oceanos

Ouvir /

Reunião preparatória à conferência sobre o tema, em junho, termina nesta quinta-feira;  para embaixador português, Álvaro Mendonça e Moura, oceanos são essenciais para Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável.

A Conferência sobre os Oceanos será realizada em Nova Iorque, entre 5 e 9 de junho. Foto: FAO

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

O representante de Portugal junto às Nações Unidas, embaixador Álvaro Mendonça e Moura, é um dos co-organizadores de um encontro preparatório para a Conferência sobre os Oceanos que será realizada entre 5 e 9 de junho.

A reunião será concluída nesta quinta-feira, na sede na ONU, em Nova Iorque, e o embaixador português falou à ONU News sobre a importância da questão dos oceanos para o país.

Desenvolvimento Sustentável

"Este é um tema que nós damos a maior importância. Aquilo que está previsto para a Agenda 2030 não é possível se nós não dermos uma grande atenção à questão dos oceanos que abrange aspectos tão essenciais, como a poluição e, portanto, com uma série de ligações a toda a questão das alterações climáticas, mas também com ligações às questões do desenvolvimento. A questão dos recursos marinhos é essencial para um número muito alargado de países."

O tema da Conferência que será realizada em junho é "Nossos Oceanos, Nosso Futuro: Parcerias para a Implementação do Desenvolvimento Sustentável 14". A meta trata da conservação de mares e oceanos e do gerenciamento de recursos marinhos.

Vida ou Morte

O embaixador citou pequenos Estados insulares pra quem, segundo ele, os "oceanos são tudo".

"E que estão muito preocupados, neste caso, com as alterações climáticas porque para alguns deles podemos estar a falar em sobrevivência, portanto, é uma questão de vida ou morte, de existir ou não existir para alguns dos pequenos Estados insulares. Mesmo deixando de lado esses Estados, para um enorme conjunto de Estados costeiros e sobretudo em países em vias de desenvolvimento, os recursos marinhos são fundamentais."

O representante de Cingapura junto à ONU, Burhan Gafoor, é co-facilitador do encontro preparatório. Da reunião, deve sair uma declaração conjunta entitulada “Um Chamado à Ação”.

Notícias Relacionadas:

Países da Cplp devem unir esforços em estratégia sobre mares e oceanos

ONU abriga reunião sobre oceanos e mares, objetivo 14 da Agenda 2030

FAO debate na ONU “elo entre água e comida” 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 23 DE JUNHO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

junho 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930