Entrevista: África e lições da epidemia de febre amarela

Ouvir /

Magda Robalo. Foto: ONU

Magda Robalo é diretora do Departamento das Doenças Transmissíveis do Escritório da Organização Mundial da Saúde, OMS, em África e aborda o fim da febre amarela em Angola e na República Democrática do Congo.

Falando à ONU News, de Brazzavile, na República do Congo, a responsável declarou que "as comunidades científica e internacional devem começar a trabalhar para descobrir novas soluções contra doenças infeciosas".

A confirmação do fim da epidemia nos dois países africanos foi feita esta semana.  Para Robalo, uma das lições do surto é que deve haver capacidade de detectar rapidamente a doença e agir na resposta para evitar perdas humanas.

A entrevistada defende que mesmo com o fim da epidemia em Angola e na República Democrática do Congo "não se pode descansar porque o número de pessoas não vacinadas ainda é grande".

A responsável alerta ainda que "não é impossível ter uma outra epidemia de febre amarela" no continente e no mundo.

Acompanhe a conversa com Eleutério Guevane.

Duração: 06’57″

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 23 DE JANEIRO DE 2018
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 23 DE JANEIRO DE 2018
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031