Com aquecimento global, baixo volume de geleiras atinge recorde

Ouvir /

Organização Meteorológica Mundial explica que Ártico tem temperaturas excepcionalmente quentes e com isso, extensão do gelo para esta época é a menor em 38 anos.

Gelo polar derretendo. Foto: ONU/Mark Garten

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque. 

As altas temperaturas globais continuam, inclusive na região do Ártico, que passa por um aquecimento excepcional para esta época do ano. Nesta sexta-feira, a Organização Meteorológica Mundial, OMM, explicou que a extensão de gelo no Ártico em janeiro foi a mais baixa registrada para o período.

Na sede da ONU em Genebra, o diretor do Programa de Pesquisa do Clima Mundial afirmou que essa tendência de onda de calor na região é alarmante.

Volume

Segundo David Carlson, nos últimos três meses, o volume de gelo polar diminuiu, sendo que é inverno no Ártico, ou seja, temporada onde a quantidade de gelo deveria ter aumentado.

A extensão do gelo polar foi a menor para o mês de janeiro em 38 anos, tanto no Ártico quanto na Antártida. Com 13,3 milhões de km² de gelo em janeiro, a extensão no Ártico foi 260 mil km² menor do que em janeiro de 2016.

Mudanças

No topo da Groenlândia, as temperaturas passaram de -22º C para +2º C em apenas 12 horas, entre os dias 9 e 10 de fevereiro, de acordo com o Instituto Meteorológico Dinamarquês.

A OMM destaca que parte da Europa, da península árabe e do norte da África tiveram temperaturas excepcionalmente frias, assim como o oeste dos Estados Unidos.

A agência explica que a temperatura média global em janeiro foi 0.88º C acima da média do século 20, de 12º C. Com os fenômenos naturais El Niño e La Niña, a agência prevê que novos recordes não serão quebrados todos os meses ou todos os anos.

Outro indicador importante da mudança climática são as concentrações de CO2 no ar, que também aumentaram em janeiro para 406,07 partes por milhão, ppm, na comparação com o volume registrado há um ano.

Notícias Relacionadas: 

Frio extremo e hipotermia colocam em risco a vida de crianças refugiadas

Estados Unidos destinam US$ 500 milhões para combater mudança climática

Migrantes morrem com temperaturas congelantes no Mediterrâneo

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 24 DE JULHO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 24 DE JULHO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2017
S T Q Q S S D
« jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31