Pedidos de novas patentes atingiram 2,9 milhões em 2015

Ouvir /

Relatório da Ompi mostra que houve um aumento de 7,8% em relação ao ano anterior; China é o país com mais pedidos, seguida pelos Estados Unidos; Brasil ficou em 25º na lista de novas patentes.

Segundo a Organização Mundial da Propriedade Intelectual, Ompi, boa parte dos pedidos de patentes brasileiros foram no setor de engenharia civil. Foto: Wipo/Emmanuel Berrod

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Propriedade Intelectual, Ompi, afirmou que os pedidos de patente no mundo chegaram a 2,9 milhões em 2015. Isso representa um aumento de 7,8% em relação ao ano anterior.

O relatório da agência da ONU mostra que o resultado foi alcançado graças a um forte crescimento da China, que registrou mais de 1 milhão de pedidos de patentes no ano passado.

Brasil

De Genebra, o economista sênior da Ompi, Julio Raffo, falou à Rádio ONU sobre o desempenho do Brasil.

"O Brasil continua sendo um país muito importante em termos de depósitos. No caso de depósitos de patentes, o Brasil tem diminuído um pouco, -0.4%, e no caso de desenho industrial também. Agora, a boa notícia é que no caso das marcas (registradas) está crescendo. Não é um crescimento astronômico, mas é um crescimento de um pouco mais de 1%. E geralmente as marcas (registradas) como atividade estão mais próximas das atividades econômicas. Isso poderia indicar que o Brasil deveria ver um crescimento econômico no ano que vem."

O relatório diz que no Brasil, os pedidos de marcas registradas chegaram a 6 milhões e os de desenhos industriais, 872 mil.

Depois da China, ficaram os Estados Unidos, Alemanha, Coreia do Sul e Japão. O Brasil aparece em 25º lugar na lista de pedidos de patentes.

O país teve um bom desempenho também nas áreas de marca registradas, onde ficou na 13º posição, com 158 mil pedidos e desenho industrial, em 20º, com pouco mais de 6 mil.

O relatório da Ompi diz que o Brasil, China e México são países com grande número de mulheres inventoras.

Segundo a agência da ONU, boa parte dos pedidos de patentes brasileiros foram no setor de engenharia civil.

Progresso Saudável

Os pedidos de patente são acompanhados de perto por governos e autoridades porque eles representam o "termômetro" para as áreas de inovação e produção.

Os especialistas disseram que apesar das previsões pouco inspiradoras para o crescimento econômico dos países mais ricos, os pedidos de patentes bateram recorde.

O chefe da agência, Francis Gurry, afirmou que os dados da China são extraordinários e que os resultados são bons para o resto do mundo também, mostrando um "progresso saudável" em 2015.

Leia Mais:

Inventores solicitaram 2,7 milhões de registros de patentes no ano passado

Suíça lidera Índice Global de Inovação; Brasil é o 69º da lista da Ompi

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 20 DE OUTUBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 20 DE OUTUBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031