Comissão da ONU apoia ações para acabar com a crise na Guiné-Bissau

Ouvir /

Comunidade Económica de Estados da África Ocidental, Cedeao, vai designar uma delegação presidencial para se reunir com envolvidos na crise política no país; chefes de Estado da Guiné-Conacri, Senegal e Serra Leoa integram grupo.

Civis na Guiné-Bissau. Foto: Unicef/Roger Lemoyne

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Configuração da Guiné-Bissau para a Comissão da Consolidação da Paz das Nações Unidas, PBC, saudou a declaração final da Comunidade Económica de Estados da África Ocidental, Cedeao, em relação à situação no país.

O documento foi divulgado na conclusão da 49ª Conferência de Chefes de Estado realizada a 4 de junho em Dacar, no Senegal.

Impasse

A PBC saudou a decisão dos líderes da Cedeao de designarem uma delegação presidencial para se reunir e conduzir discussões com os envolvidos na crise política na Guiné-Bissau, com objetivo de superar o impasse atual.

O grupo será constituído pelos chefes de Estado da Guiné-Conacri, Senegal e Serra Leoa.

Mandato Estendido

A PBC também expressou sua satisfação em relação à decisão de estender o mandato da missão da Cedeao em Bissau por um ano.

A Comissão da ONU encorajou ainda a plena coordenação entre todas as ações de mediação, de parceiros regionais e representantes das Nações Unidas no nível regional e em Bissau.

A PBC apoia o pedido oportuno da Cedeao de iniciar consultas para uma reunião do Grupo Internacional de Contato para a Guiné-Bissau em um futuro próximo.

Diálogo

Para o grupo, na situação atual, iniciativas diplomáticas internacionais coordenadas são essenciais para encorajar novas ações por atores políticos no país.

O objetivo é encontrar um terreno comum consensual, através do diálogo, que possa "colocar um fim ao impasse político em curso e poupar o país de qualquer risco de violência para evitar instabilidade futura".

Leia e Oiça:

Bissau vive calma relativa após posse do novo chefe do governo

ONU profundamente preocupada com situação na Guiné-Bissau

Para a Unodc, crise favorece ação de redes do crime na Guiné-Bissau 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE JANEIRO DE 2018
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE JANEIRO DE 2018
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031