OMS confirma que Serra Leoa está novamente livre do ebola

Ouvir /

42 dias se passaram desde que o último paciente testou negativo para o vírus, tempo suficiente para dois ciclos de incubação; 3.590 pessoas morreram no país africano devido ao ebola.

Foto: OMS

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Serra Leoa está novamente livre do ebola, após um recente retorno da doença ao país. A confirmação foi feita esta quinta-feira pela Organização Mundial da Saúde, OMS, e pelo governo.

Já se passaram 42 dias desde que a última pessoa que teve ebola em Serra Leoa recebeu dois testes negativos, confirmando que o paciente está livre do vírus. Segundo a OMS, no período de 42 dias, é possível ocorrer dois ciclos de incubação.

Mobilização

Ao todo, 3.590 pessoas morreram no país devido ao ebola, uma epidemia que teve fortes impactos nas famílias e nas comunidades. A OMS celebra o marco alcançado neste 17 de março e elogia o governo da Serra Leoa pela resposta à reincidência do surto.

A agência da ONU destaca que desde enfermeiros, assistentes sociais e líderes comunitários, toda a população de Serra Leoa esteve envolvida, de forma dedicada, no combate ao vírus.

Riscos

A OMS ressalta ainda os investimentos feitos para a criação de equipes para uma resposta rápida aos casos, para garantir a vigilância, investimentos em laboratórios, prevenção da infecção e medidas de controle.

Entretanto, a agência da ONU reforça que Serra Leoa, Libéria e Guiné continuam em risco de ter novos casos de ebola, porque o vírus tem se mostrado resistente em alguns sobreviventes. A recomendação aos três países da África Ocidental é para manterem o alto nível de alerta.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031