Rádio ONU celebra 70 anos como a voz das Nações Unidas

Ouvir /

Cerca de 60 funcionários de diversas nacionalidades transmitem em oito idiomas informações oficiais sobre a organização e suas agências; após sete décadas no ar, serviço abraça a era digital e marca presença na TV, na internet e nas redes sociais.

Estúdios da Rádio ONU em Nova York. Foto: Edgard Júnior.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O ano era 1946. O mundo ainda se recuperava do fim da Segunda Guerra Mundial. A Assembleia Geral da então recém-criada Organização das Nações Unidas tomava uma de suas primeiras decisões: criar um serviço de rádio dentro do Departamento de Informação Pública.

Assim nascia a Rádio ONU, em 13 de fevereiro de 1946. As transmissões começaram em um estúdio improvisado, em Nova York.

Dezenas de Países

70 anos depois, os estúdios e a redação da Rádio ONU estão localizados na sede da organização, em Manhattan. São cerca de 60 funcionários, nascidos em dezenas de países das Américas à Ásia, incluindo Brasil, China, Espanha, França, Inglaterra, Portugal, Moçambique, Ucrânia, Síria e Tanzânia.

Por dia, são produzidas cerca de 100 reportagens, além de programas especiais, vídeos e entrevistas em vários idiomas, incluindo as seis línguas oficiais: inglês, árabe, chinês, francês, russo e espanhol.

Foco da Notícia

A Rádio ONU também tem duas equipes de idiomas não-oficiais, falados por centenas de milhões de habitantes: swahili, na África, e o português.

As equipes têm a missão de informar sobre tudo o que ocorre dentro das Nações Unidas e nas agências espalhadas pelo mundo, como OMS, Unicef e Unesco.

São transmitidas diariamente notícias sobre decisões do Conselho de Segurança, discursos do secretário-geral, missões de paz e trabalho humanitário em países em conflito.

Tese

Funcionário da casa há 25 anos, o chefe da Rádio ONU em Francês está produzindo a primeira tese de mestrado sobre o serviço, entitulada "Rádio ONU, 70 Anos de Ondas".

Jérôme Longué explicou que uma das coisas que mais o fascina é o fato da Rádio ONU informar sobre 90% das notícias que estão nos jornais.

Desde crises de saúde até assuntos ligados ao espaço aéreo, passando por avanços nos direitos da mulher e no combate às drogas:  todas informações que têm as Nações Unidas e suas agências como fonte primária são reportadas pelas equipes.

Além do Rádio

Qualquer pessoa com acesso à internet pode ouvir as produções pelo site da Rádio ONU. Emissoras parceiras em vários países também transmitem o conteúdo, de forma gratuita.

Acompanhar as mudanças que surgiram com a era digital foi um caminho natural para a Rádio ONU. O chefe interino da unidade em português, Edgard Júnior, conta que o serviço hoje vai muito além das ondas do rádio.

"O nome é Rádio ONU, mas nós vamos muito além de uma rádio. Nós somos também TV, internet e redes sociais. Nós aqui gravamos os nossos boletins, as nossas rádios parceiras reproduzem nas suas emissoras. Mas nós ampliamos o nosso trabalho. Nós temos parcerias com TVs no Brasil, Moçambique, Portugal. Aumentamos o nosso campo de ação e ao mesmo tempo, conseguimos manter mais gente informada e o que é o nosso grande objetivo."

E assim, levando informação a todos os continentes do planeta, a Rádio ONU celebra neste sábado 70 anos como um serviço de notícias relevante, que é a voz das Nações Unidas.

 

Atriz Madeleine Carroll participa das transmissões da Rádio ONU em 1954

Confira todas as notícias sobre o Dia Mundial do Rádio 

 

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031