OMT confiante na retoma da recuperação do turismo no Egito

Ouvir /

Agência da ONU quer apoio dos países para impulso da paz e estabilidade; Cimeira sobre o Turismo Urbano será realizada no fim do ano na nação do norte de África.

Templo Philae, em Aswan, no Egito. Foto: OMT

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Mundial do Turismo, OMT, manifestou otimismo com a retoma da confiança e a recuperação rápida do turismo no Egito.

No fim de 2016, Cairo acolhe a Cimeira da OMT sobre o Turismo Urbano. O evento motivou a visita ao país do secretário-geral da agência, ocorrida esta semana.

Mercados

Taleb Rifai expressou plena confiança no setor, em nota que destaca “fortes iniciativas ” do país na área de comunicação com as autoridades e a opinião pública dos mercados de origem de visitantes.

Entre as questões em debate estão a segurança, o desbloqueamento do apoio das companhias aéreas e dos operadores turísticos e o incentivo à demanda de visitantes com a participação de operadores egípcios.

Rendimentos

A queda dos rendimentos no setor teve início em 2011 devido a fatores como a revolução, a insurgência nos Montes Sinai e o aumento da violência.

Em 2013 o turismo rendeu menos de metade do valor atingido quando o setor estava no seu age em 2010, quando o país recebeu 14,7 milhões de turistas internacionais.

Cerca de US$ 13,6 mil milhões foram injetados à economia durante o período, pela indústria que é responsável por 10% dos empregos do país.

Histórias de Sucesso

Rifai afirmou que não se deve esquecer que o Egito é “uma das maiores histórias de sucesso do turismo mundial”.

Na última década, o número de visitantes praticamente triplicou, tal como as exportações geradas pelo turismo internacional. Por isso considerou que “o Egito é, e continuará a ser, um dos principais destinos do turismo apesar de todos os desafios.”

Divisas e Investimento

A agência destaca o contributo do setor, considerado fundamental para o Produto Interno Bruto e também para o aumento de postos de emprego, das divisas e do investimento.

À comunidade internacional, o pedido da OMT é que apoie a recuperação da área turística egípcia como parte do “suporte para o futuro do país, do povo e para promover a paz e a estabilidade”.

A visita de Taleb Rifai foi igualmente marcada pela sua participação na Conferência Turismo no Egito 2016 – Planeamento para o Crescimento.

Leia Mais:

África deve fazer aproveitamento máximo do seu potencial, defende especialista

ONU destaca liderança de Boutros Boutros-Ghali no rescaldo da guerra fria 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031