Na Síria, enviado da ONU pressiona por acesso humanitário irrestrito

Ouvir /

Staffan de Mistura está no país onde se reuniu com ministro das Relações Exteriores; para o enviado especial, é "dever do governo sírio querer alcançar todas as pessoas e permitir que a ONU leve ajuda humanitária".

Destruição em Homs, na Síria. Foto: UNICEF/Nasar Ali

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.* 

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, está no país e discutiu a necessidade de acesso humanitário irrestrito a todas as áreas sitiadas, independente da parte em conflito responsável pelo cerco.

De Mistura reuniu-se nesta terça-feira com o ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid al-Mouallem, na capital Damasco.

Comboios 

Após o encontro, o enviado especial declarou que o acesso a áreas sitiadas é obtido para comboios coordenados pela equipe da ONU no país.

Em Nova York, o porta-voz do secretário-geral, Farhan Haq, explicou que para de Mistura, é "dever do governo da Síria" querer alcançar todas as pessoas no país, independente de onde estejam e permitir que a ONU leve ajuda humanitária.

O enviado especial afirmou que isto será testado nesta quarta-feira.

Hospitais 

O Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, indicou que seis hospitais e uma instalação de saúde primária foram danificados ou destruídos em ataques aéreos na segunda-feira.

Entre eles, o único hospital em operação em Azaz, o que interrompeu os serviços de saúde a dezenas de milhares de pessoas e, segundo informações, causou a morte de diversos civis, incluindo trabalhadores da área.

Condenações 

O coordenador da ONU na Síria, Yacoub El Hillo, e o coordenador humanitário regional para a crise no país, Kevin Kennedy, condenaram os ataques.

Eles pediram aos lados em conflito que tomem todas as medidas para proteger civis, como exigido pela lei humanitária internacional.

De Genebra, também nesta terça-feira, o Escritório do alto comissário das Nações Unidas para Direitos Humanos afirmou estar "profundamente preocupado com os repetidos e repugnantes ataques a instalações médicas na Síria".

*Apresentação: Leda Letra.

Leia Mais:

Ban preocupado com ataques a instalações de saúde e escolas na Síria | Rádio das Nações Unidas

 

 

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031