Na ONU, Thabo Mbeki expõe “grande dimensão” do fluxo de finanças ilícitas

Ouvir /

Chefe de painel sobre tema fala do impacto da subfaturação e sobrefaturação em transações prejudiciais ao continente; para antigo líder sul-africano, África deve verificar melhor as transações comerciais.

Thabo Mbeki. Foto: Reprodução Unifeed

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O antigo chefe de Estado sul-africano, Thabo Mbeki, reiterou o pedido para o fim dos fluxos financeiros ilícitos no mundo com uma maior ação internacional.

Como presidente do Painel de Alto Nível sobre o tema em África, Mbeki esteve na sede das Nações Unidas numa etapa da sua visita aos Estados Unidos que terminou esta sexta-feira.

Transações

O objetivo foi procurar ajuda junto a representantes norte-americanos e de organizações internacionais. África perde cerca de US$ 50 mil milhões por ano com o tipo de transações feitas a partir do continente.

O responsável considerou o problema de “grande dimensão”,  o que sublinha a importância da decisão dos ministros africanos das Finanças e de Desenvolvimento Económico de criar o comité para olhar para o problema.  Mbeki defende  uma atuação na questão porque “o continente perde muito.”

Fluxos Ilícitos

Para  ele, a avaliação incorreta das operações comerciais é um dos fatores que mais estimula aos fluxos financeiros ilícitos.

Para o chefe do painel, o dinheiro que sai de África acaba em algum lugar fora do continente. Daí ter aconselhado que a solução para o problema tenha de ser global e não somente de África.

Posição Global

Para Mbeki é necessário difundir a mensagem para o resto do mundo de que há um desafio comum para abordar a questão dos fluxos financeiros ilícitos. Ele considera um resultado surpreendente que esta posição se tenha tornado global.

O representante destacou a subfaturação e sobrefaturação nas transações que são prejudiciais ao continente

Aos governos africanos, a recomendação do chefe do Painel de Alto Nível sobre Fluxos Financeiros Ilícitos em África é que melhorem a capacidade de verificar as transações comerciais.

Leia Mais:

Nos Estados Unidos, Thabo Mbeki discute fluxo ilícito de capitais 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031