FAO quer ajudar produtores a ir além da mitigação em Moçambique

Ouvir /

Ideia é apoiar produtores no processo de adaptação à mudança climática; projecto conta com financiamento do Fundo global do Ambiente, ao custo de US$ 9 milhões.

Seca ampliada pelo El Niño em muitos países de África. Foto: Banco Mundial/Maria Fleischmann

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

O Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, considera que o ano de 2016 é um ano de novos desafios para Moçambique.  Na conversa com a Rádio ONU em Maputo, o representante da agência da ONU no país,  Castro Camarada , falou de alguns dos programas para este ano.

"Tem haver com completar uma estrutura de processamento de sementes, dotá-la de água, eletricidade, para que entre em operações. Infelizmente por várias razões, algumas muito alheias a nossa própria vontade, não foi possível completar esta planta e nós pensamos agora no primeiro trimestre vamos procurar completar."

Produtores

Para além de concretizar a finalização da estrutura de processamento de sementes, a FAO quer ajudar os produtores no processo de mitigação e adaptação as mudanças climáticas. Castro Camarada explica:

Este ano nós vamos lançar um novo programa que tem haver com a mitigação. Ajudar aos produtores no processo de mitigação e de adaptação às mudanças climáticas. É um projecto novo que vai entrar na nossa grelha e é financiado pelo Fundo Global do Ambiente e estamos muito ansiosos a pôr este projecto a funcionar."

O projeto de mitigação vai abranger numa primeira fase as províncias de Sofala, Manica, Zambézia e Nampula, de acordo com o representante da FAO em Moçambique.

Financiamento

"É um projecto de quatro anos e está orçado em US$ 9 milhões. E como nós usamos muito abordagem de escola de campo com envolvimento dos produtores, vamos estabelecer sinergias trabalhando com alguns grupos, trazendo nova componente de procurar disseminar tecnologias que a nível do campo, se traduzam numa adaptação as condições de mudança constantes que temos estado a observar no clima."

Moçambique é afetado por vários desastres provocados por fenómenos naturais tais como inundações, secas, ciclones e sismos. Alguns destes fenómenos são de carácter cíclico.

Os ciclones, secas e inundações deve se a influência climática do país, ditada pelos anticiclones subtropicais do Oceano Índico, a zona de convergência inter-tropical, depressões térmicas da África Austral e a passagem das frentes frias no sul.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031