Ban: "justiça social deve ser o "coração" dos esforços

Ouvir /

Secretário-geral da ONU disse que com "a exclusão e a desigualdade em alta" a comunidade internacional deve agir para garantir que todas as pessoas tenham acesso a oportunidades para melhorar suas vidas.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Amanda Voisard

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que o Dia Mundial da Justiça Social, comemorado este sábado, 20 de fevereiro, destaca que é imperativo construir um futuro de dignidade para todos.

Segundo Ban, a justiça social deve ser "o coração" dos esforços globais.

Desigualdade

Ele explicou que com a "exclusão e a desigualdade em alta", a comunidade internacional deve aumentar os esforços para garantir que todas as pessoas, sem qualquer tipo de discriminação, tenham acesso a oportunidades para melhorar suas vidas e de outros.

O chefe da ONU afirmou que mundo deve "formar sociedades inclusivas, promover empregos decentes, reforçar as bases de proteção social e integrar as pessoas que estão às margens das sociedades".

Ban disse que as parcerias são essenciais nesse processo e que o desenvolvimento sustentável só será possível com o engajamento de governos, parlamentos, empresários, trabalhadores, sociedade civil e outros agentes de mudança.

O secretário-geral pediu que todos trabalhem juntos para criar novos caminhos para o desenvolvimento social, ambiental e econômico que tenham como base a justiça social e a promessa de um futuro melhor para a humanidade.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031