Alemanha faz contribuição inédita de €570 milhões para crise na Síria

Ouvir /

Recursos são para o Programa Mundial de Alimentos; nova campanha do PMA, #IamSyrian, pede ao mundo que empatize com o sofrimento dos sírios; aplicativo inovador da agência da ONU, ShareTheMeal, foi desenvolvido no país europeu.

Caminhão carregado de comida para a população em Madaya, na Síria. Foto: PMA/Hussam Alsaleh

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A Alemenha fez uma contribuição de €570 milhões, o equivalente a quase R$ 2,5 bilhões, para o Programa Mundial de Alimentos, PMA.

Na conferência de doadores para a Síria e a região, na quinta-feira, em Londres, a chefe da agência da ONU agradeceu pessoalmente a chanceler alemã, Angela Merkel, e afirmou que "esta doação inédita vai restaurar esperança a muitas pessoas presas neste terrível conflito".

Generosidade

Ertharin Cousin declarou que "o apoio generoso da Alemanha" já permitiu que o PMA não só salvasse vidas, mas também garantisse meios de subsistência.

A doação leva a contribuição total do país ao PMA durante a crise na Síria a cerca de €760 milhões. Os recursos serão fundamentais para a resposta da agência da ONU durante o período de inverno na região.

Em média, €1 alimenta um refugiado por dia na Turquia, Líbano, Jordânia, Iraque e Egito. O PMA apoia atualmente 4 milhões de sírios por mês dentro do país e 1,3 milhão de refugiados em nações vizinhas.

Nova Campanha

A nova campanha da agência da ONU, #IamSyrian, pede ao mundo que empatize com o sofrimento de sírios comuns.

Cousin declarou que a Alemanha atendeu esse pedido com um "grande compromisso para apoiar as famílias que estão sendo deslocadas em uma taxa de 50 por hora.

Aplicativo

O país europeu já era o segundo maior doador do PMA nesta crise, após os Estados Unidos, tendo fornecido € 137 milhões para a resposta de emergência da agência em 2015, tanto dentro como fora de Síria.

A Alemanha também é o local onde foi desenvolvido o inovador aplicativo da agência chamado ShareTheMeal. A iniciativa permite que usuários de smartphones façam doações a alguns programas do PMA.

Desde o lançamento, em 2015, cerca de 450 mil pessoas em todo o mundo forneceram mais de 4 milhões de refeições.

Recursos foram usados para fornecer merendas escolares para menores refugiados sírios na Jordânia e agora estão apoiando grávidas, mulheres amamentando e crianças pequenas na cidade de Homs, na Síria.

Leia Mais:

Comunidade internacional promete doar US$10 bi para ajudar Síria

“É preciso um novo Plano Marshall” para milhões de crianças sírias

ONU pede US$ 7 bilhões para atender necessidade humanitária na Síria

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031