Afeganistão: representante da ONU destaca avanços na proteção de crianças

Ouvir /

Em visita ao país, Leila Zerrougui afirmou que "progresso está em curso com o apoio das Nações Unidas"; no entanto, ela citou ainda ataques a escolas e hospitais e grande número de menores mortos no conflito.

Leila Zerrougui. Foto: ONU/Manuel Elias

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A representante especial do secretário-geral da ONU para crianças e conflito armado, Leila Zerrougui, afirmou que o governo do Afeganistão está fazendo progressos na questão do recrutamento de menores no país.

Ela disse que as autoridades estão tentando implementar o plano de ação e citou, entre outras medidas, unidades de proteção a crianças.

Apoio da ONU

De Cabul, Zerrougui afirmou que o progresso está em curso com o apoio da ONU.

Segundo a representante especial, "há violações cometidas por forças governamentais", no entanto, a maioria delas no que diz respeito a "mortes, mutilações, sequestros, violência sexual e recrutamento" é cometida por grupos armados.

Campanha

Ela ressaltou que "em todos os conflitos, as crianças são muito afetadas". No caso do Afeganistão, um conflito de longa duração, os menores representam 25% dos mortos em 2015.

Segundo Zerrougui, uma outra "grande violação" que atinge crianças no país são os ataques a escolas e hospitais. Ela citou ainda que as meninas foram "muito afetadas" e pediu a "todos que possam ter influência" que garantam a elas o acesso à educação e ao trabalho.

A representante especial lembrou ainda que o Afeganistão faz parte de sua campanha “Crianças, Não Soldados”, lançada em 2014.

Leia Mais:

Conflitos e violência tiveram “grande impacto” nas crianças em 2015

ONU elogia decisão das Farc de suspender recrutamento de crianças

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031