Sobreviventes do nazismo são homenageados na Assembleia Geral

Ouvir /

ONU celebra aniversário da libertação do campo de extermínio de Auschwitz; Sir Nicholas Winton, que morreu no ano passado aos 106 anos é relembrado por diplomatas; ele resgatou mais de 600 crianças na República Checa.

Marta Wise tinha apenas 10 anos quando foi resgatada de Auschwitz. Foto: Reprodução vídeo ONU

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Em janeiro de 1945 ocorria a libertação do complexo de extermínio de Auschwitz, na Polônia. Segundo o Memorial e Museu de Auschwitz-Birkenau, no local morreram mais de 1,3 milhão pessoas durante o regime nazista, a maioria judeus. Poloneses, povos Roma e Sinti, ciganos e prisioneiros de guerra soviéticos também faziam parte das vítimas.

Para marcar os 71 anos da libertação do campo de concentração, a Assembleia Geral da ONU promoveu um evento nesta quarta-feira. 27 de janeiro é o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

Testemunho

A cerimônia "Holocausto e Dignidade Humana" homenageou sobreviventes como Marta Wise, que tinha apenas 10 anos quando foi resgatada de Auschwitz. Na Assembleia Geral, ela relembrou mais de 6 milhões de pessoas exterminadas durante o nazismo.

Marta Wise descreveu Auschwitz como o "mal encarnado", porque tudo no local era "malévolo". Emocionada, Marta afirmou ainda não saber como foi possível sobreviver, já que ela e outras crianças eram vítimas de experimentos diários e passavam fome e muito frio.

Ensinamentos

Outro homenageado pela Assembleia Geral foi o britânico Sir Nicholas Winton, que morreu no ano passado, aos 106 anos. Ele foi responsável pelo resgate de 600 crianças na República Checa durante a Segunda Guerra Mundial. Winton foi representado na cerimônia por sua filha Barbara.

No evento, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, reafirmou que a forma mais eficaz de lutar contra a xenofobia e prevenir genocídios é educando as novas gerações sobre os horrores do Holocausto.

Ban também destacou que com o aumento do antissemitismo e do ódio contra muçulmanos, é preciso fazer mais para defender os direitos dessses povos.

As músicas da cerimônia foram tocadas por Antal Kopar, no violão, e por Bela Horvath, no violino. O evento foi apresentado pela subsecretária-geral da ONU para Informação Pública, Cristina Gallach.

Leia Mais:

Vídeo: Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Nações Unidas homenageiam vítimas do Holocausto, um “crime colossal”

Evento na ONU lembra os 20 anos do genocídio em Srebrenica 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031