Segunda volta das legislativas centro-africanas será em 113 círculos eleitorais

Ouvir /

Três mulheres estão entre os 21 candidatos escolhidos para o Parlamento por maioria absoluta; eleitores voltam às urnas no fim de janeiro; forças da ONU reforçam segurança e desmontam barricadas no município de  Ouaka.

Eleitora vota no referendo constitucional na República Centro-Africana em 14 de dezembro de 2015. Foto: Minusca.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

A Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana, Minusca, foi informada pelas autoridades que a segunda volta das eleições legislativas será realizada em 113 círculos eleitorais.

A Autoridade Nacional Eleitoral, ANE, anunciou os resultados provisórios das eleições legislativas que confirmam a escolha por maioria absoluta de 21 candidatos, que incluem três mulheres.

Segurança

Nas eleições presidenciais nenhum candidato recebeu mais da metade dos votos da primeira volta realizada a 30 de dezembro. A segunda volta está marcada para o fim deste mês.

Entretanto, a Minusca revelou que continua a reforçar a segurança no município de  Ouaka, onde desmontou barricadas ilegais e apreendeu armas de elementos das antigas forças Séléka, de maioria muçulmana.

As forças da ONU conseguiram libertar um professor que foi raptado com outro colega em Dekoa na mesma região. Esta semana, vários ex-Seléka entregaram granadas e uniformes militares na cidade de Bouar, no município de Nana Mambere numa ação do programa de desarmamento, desmobilização e reintegração.

Novos Combatentes

A operação de paz também registou 22 novos combatentes do grupo anti-Balaka, que na sua maioria é composto por cristãos. Várias armas foram recolhidas  na cidade de Bambari.

A missão anunciou que decorrem esforços de sensibilização para prevenir a exploração e do abuso sexual.

Na terça-feira, o representante especial do secretário-geral da ONU visitou oito locais da Unidade da Polícia Formada na capital centro-africana Bangui.

Parfait Onanga-Anyanga reiterou a política de tolerância zero das Nações Unidas para a exploração e abuso sexual.

Leia Mais:

“Capacetes azuis representam esperança para população vulnerável”

ONU revela novas alegações de abuso sexual na República Centro-Africana

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031