Relatório de Desenvolvimento Humano da ONU destaca impactos climáticos

Ouvir /

Documento cita a Plataforma de Sendai para Redução do Risco de Desastres, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e o Acordo de Paris; estudo do Pnud também aborda riscos à saúde pública causados pela mudança climática.

A seca pode reduzir para metade a produção agrícola até 2020. Foto: ONU/Albert González Farran

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Um recente relatório da ONU mostrou que a mudança climática está a aumentar a vulnerabilidade de comunidades ao redor do mundo para uma série de riscos, incluindo secas, tempestades e inundações, a afetar a produção de alimentos e saúde pública.

A mensagem do amplo estudo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimentro, Pnud, coincide com a Plataforma de Sendai para a Redução do Risco de Desastres.

Plataforma de Sendai

Esta enfatiza a necessidade de evitar criar novos riscos e entender e reduzir o impacto dos já existentes.

A Plataforma de Sendai, adotada pela comunidade internacional em março de 2015, procura reduzir substancialmente a mortalidade, o número de pessoas afetadas e as perdas económicas dos desastres.

Acordos Globais

Este foi o primeiro de uma série de quatro acordos globais realizados no ano passado com o objetivo de moldar a agenda global para os próximos 15 anos.

Os outros são a Agenda de Adis Abeba sobre o financiamento para o desenvolvimento, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e o Acordo de Paris sobre mudança climática.

A chefe do Pnud, Helen Clark, afirmou que em 2015, "os Estados-membros fizeram acordos históricos para erradicar a pobreza, combater desigualdades e assegurar o futuro do planeta".

Redução do Risco

Para o novo chefe do Escritório da ONU para a Redução do Risco de Desastres, Robert Glasser, deve haver uma integração entre os "programas de redução de risco e adaptação à mudança climática".

Ele afirmou que a Plataforma de Sendai e o Acordo de Paris "compartilham o objetivo geral de apoiar ações, determinadas nacionalmente, que levam em conta pessoas vulneráveis, locais propensos a desastres e ecossistemas frágeis".

Segundo Glasser, essa "coerência é vital para o objetivo geral da Agenda 2030, que é a erradicação da pobreza".

Desenvolvimento Humano

O foco desta edição do Relatório de Desenvolvimento Humano é o trabalho e a necessidade de empregos e meios de subsistência sustentáveis para todos.

O documento destaca que a mudança climática representa uma grande ameaça a este objetivo.

Seca e Pequenas Ilhas

O relatório alerta que os pequenos Estados insulares em desenvolvimento enfrentam uma "ameaça existencial" devido à mudança climática.

No entanto, o documento também ressalta que a "disponibilidade de água será cada vez mais afetada pelo fenómeno", que na África atinge 250 milhões de pessoas.

Em alguns países, a seca pode reduzir para metade a produção agrícola até 2020.

Saúde

O clima em mutação também parece afetar a saúde humana, outra área central da Plataforma de Sendai.

O relatório menciona a mudança nos padrões de algumas doenças infeciosas, como a malária e a dengue, por exemplo.

*Apresentação: Denise Costa.

Leia Mais:

FAO apresenta guia para produzir cereais maximizando ecossistemas naturais

Ocha pede ação imediata para mitigar impactos do El Niño

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031