Paquistão: "Ataques contra estudantes e professores não podem ser justificados"

Ouvir /

Afirmação é do secretário-geral da ONU, ao condenar a ação na Universidade Bacha Khan, que deixou 19 mortos; Ban Ki-moon pede que sejam tomadas as medidas necessárias para garantir proteção adequada dos centros de ensino.

Crianças em espaço apoiado pelo Unicef no Paquistão. Foto: Unicef/Marta Ramoneda

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O secretário-geral da ONU condena o ataque terrorista por militantes armados, ocorrido nesta quarta-feira na Universidade Bacha Khan, no Paquistão. A ação na cidade de Charsadda resultou em 19 mortes e várias pessoas ficam feridas.

Ban Ki-moon afirmou estar perplexo com a violência e espera que os autores sejam levados à justiça com rapidez. O chefe da ONU lembra que há cerca de um ano, o Paquistão foi vítima de um dos piores ataques de sua história, quando mais de 150 pessoas morreram numa ação contra uma escola em Peshawar, a maioria crianças.

Proteção

Ban reafirma que ataques contra estudantes, professores ou escolas não podem, de maneira nenhuma, ter justificativa. Em nota, ele destaca que "o direito à educação para todos precisa ser protegido", com respeito e segurança em escolas e centros de ensino".

O secretário-geral pede que sejam tomadas todas as medidas necessárias para garantir que escolas em áreas de insegurança e conflito sejam protegidas adequadamente. Ban enviou pêsames aos familiares das vítimas, ao povo e ao governo do Paquistão.

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031