OMS confirma novo caso de ebola em Serra Leoa

Ouvir /

Surto na África Ocidental havia sido declarado encerrado, mas agência da ONU já tinha alertado sobre risco de outras pessoas serem infectadas; vírus pode ficar persistente mesmo após recuperação dos sobreviventes.

Controle deve evitar novas transmissões. Foto: OMS Serra Leoa/Martine Perret

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Um novo caso de ebola foi confirmado esta sexta-feira na Serra Leoa e segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, a situação reflete o risco de novas crises nos países afetados na África Ocidental.

A notícia vem um dia após a declaração do fim da epidemia de ebola na Guiné, Libéria e Serra Leoa. Nos últimos dois anos, 28,5 mil pessoas foram infectadas e 11,3 mil morreram.

Controle

Segundo a OMS, o governo de Serra Leoa agiu com rapidez na resposta ao novo paciente. Uma equipe de autoridades locais e funcionários da agência da ONU estão investigando a origem do caso, identificando pessoas que tiveram contato com o doente e iniciando o controle para evitar mais transmissões.

Na quinta-feira, a OMS já havia alertado para a possibilidade da África Ocidental continuar com alto risco de pequenos surtos de ebola nos próximos meses, porque o vírus persiste em alguns sobreviventes já recuperados.

Vigilância

Segundo o representante da agência da ONU para a Resposta ao Ebola, Bruce Aylward, é possível que novos casos apareçam e os países precisam estar preparados para isso.

Serra Leoa ainda está observando um período de 90 dias de vigilância reforçada, após o país ter sido declarado livre da transmissão do ebola no dia 7 de novembro de 2015.

 

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031