Ocha destaca impacto sobre mulheres do último conflito em Gaza

Ouvir /

Relatório do Escritório das Nações Unidas para Coordenação de Assistência Humanitária lista efeitos de longo prazo dos combates de 2014 na Faixa de Gaza para mulheres e meninas; segundo o documento, elas foram afetadas "de forma desproporcional" em diversos aspectos da vida.

Prédios destruídos devido aos bombardeamentos na Faixa de Gaza. Foto: Unwra

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Uma publicação do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assistência Humanitária ressaltou o impacto de longo prazo que o conflito de 2014 na Faixa de Gaza teve sobre mulheres e meninas.

Segundo o documento, elas foram afetadas "de forma desproporcional" em diversos aspectos da vida.

Preocupação

O texto menciona "preocupação particular"  com a situação de viúvas, desabrigadas, mulheres e meninas com deficiência, adolescentes e agricultoras.

O Ocha cita que 299 mulheres, das quais 16 grávidas, e 197 meninas foram mortas durante os combates de 2014. Pelo menos 790 ficaram viúvas.

Mais de 2 mil mulheres e centenas de meninas ficaram feridas.

Assédio

O documento menciona ainda as condições de vida de meninas e mulheres deslocadas, vivendo com famílias anfitriãs em apartamentos, tendas, abrigos ou nos escombros de suas casas.

A situação leva a uma série de preocupações relacionadas à segurança, incluindo falta de privacidade e exposição crescente à violência de gênero.

A publicação destaca impactos causados pelos danos à infraestrutura e a terras agrícolas e também mecanismos "negativos" para lidar com a situação, como a saída de crianças da escola e o casamento precoce de meninas.

Leia Mais:

Refugiados palestinos são tema de debate no Rio de Janeiro

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031