Em um mês, mais de 30 pessoas morreram de fome em Madaya

Ouvir /

Segundo Programa Mundial de Alimentos, nutrição da população sitiada na cidade síria é muito ruim; funcionários do Unicef testemunharam morte de adolescente severamente desnutrido; comboio chegou à área.

Crianças sírias em Madaya. Foto: Unicef/Al Saleh

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Na noite de quinta-feira foi autorizada a entrada de um comboio humanitário em Madaya, na Síria. A porta-voz do Programa Mundial de Alimentos, PMA, confirmou a entrega de farinha de trigo para 39 mil pessoas, suficiente para um mês.

Segundo Bettina Luescher, algumas famílias que estão sitiadas na área confirmaram que já conseguiram fazer uma refeição. Mas as negociações continuam para que seja autorizada a entrada de comboios humanitários em Zabadani e de outros em Madaya.

Mortes

A situação nutricional na cidade síria é muito ruim, com os adultos emagrecendo. O PMA nota que representantes do vilarejo informaram que 32 pessoas morreram de fome no último mês.

Além da farinha de trigo, a agência da ONU enviou sabonete, tabletes para purificação de água, kits para o controle de diarreia e cobertores.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, confirmou que o governo da Síria autorizou a entrada de clínicas de saúde móveis, que ainda não chegaram à Madaya.

Exaustão

Na quinta-feira, equipes do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, e do Crescente Vermelho estiveram na área. Os profissionais encontraram pessoas extremamente exaustas e frágeis.

Os funcionários do Unicef ficaram especialmente tristes de testemunhar a morte de um adolescente de 16 anos que estava severamente desnutrido. A representante da agência, Hanaa Singer, explicou que havia apenas dois médicos trabalhando em um hospital de Madaya e eles estão mentalmente e emocionalmente cansados.

Equipes do Unicef e da OMS conseguiram checar 25 crianças menores de cinco anos de idade e 22 estão com desnutrição moderada ou severa, mas todas já estão recebendo tratamento.

Singer disse que é inaceitável uma situação dessas no século 21 e lembrou que na Síria existem outras 14 "Madayas", ou seja, localidades onde os lados em conflito mantêm as pessoas sitiadas como tática de guerra.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031