Ban diz que 2015 foi marcado por esforços para defender planeta

Ouvir /

Secretário-geral da ONU fez a declaração durante reunião do G-77 + China; grupo reúne países em desenvolvimento que buscam defender seus interesses e aumentar poder de negociação em questões econômicas globais.

O secretário-geral, Ban Ki-moon. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou, esta terça-feira, durante reunião do G-77 + China, que 2015 foi um ano importante nos esforços para salvaguardar o planeta e construir um mundo de paz e de prosperidade sustentável para todos.

No evento, realizado na sede das Nações Unidas em Nova York, Ban disse que "o G-77 e a China podem olhar para trás com orgulho".

Guia

Segundo ele, a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável é o guia da comunidade internacional para um mundo melhor, representado em 17 objetivos.

O chefe da ONU citou também a Agenda de Ação de Adis Abeba como um acordo ambicioso sobre a mobilização de recursos, tecnologia e parceria necessários para um desenvolvimento sustentável.

Além disso, Ban disse que o Acordo de Paris sobre mudança climática foi um triunfo do multilateralismo, que pode beneficiar toda a humanidade pelas próximas gerações.

Resultados Históricos

O secretário-geral declarou que "nenhum desses resultados históricos teria sido alcançado sem o compromisso do G-77 + China".

Ban disse que esses países trabalharam para criar um consenso, aumentar a ambição e ajudar a redefinir o desenvolvimento.

Para o chefe da ONU, "agora a atenção deve mudar para a implementação desses objetivos". Segundo ele, 2016 oferece várias oportunidades estratégicas para moldar o curso de implementação das metas.

Ban explicou que está finalizando o relatório sobre a Agenda 2030. Ele tem confiança de que, juntos, será possível garantir a aplicação de métodos coerentes e eficazes.

Fórum Político

O ponto central dessa iniciativa será o Fórum Político de Alto Nível, que será realizado em julho pela Assembleia Geral e pelo Conselho Econômico e Social, Ecosoc.

Ban disse que os representantes dos países vão discutir e revisar os processos de implementação da nova agenda em níveis global, regional e nacional.

O secretário-geral afirmou que o financiamento será fundamental e que os países vão ter várias oportunidades para mobilizar recursos.

Ban declarou que a comunidade internacional precisa realizar tudo isso da forma correta para que os trabalhos operacionais e normativos possam convergir e fazer a diferença onde eles são mais importantes: nos países.

O chefe da ONU disse que conta com o apoio do G-77 + China. O grupo está sob a liderança da Tailândia que assumiu a presidência em 2016, substituindo a África do Sul, que ocupou o cargo em 2015.

Leia Mais:

ONU comemora os 70 anos da 1ª reunião da Assembleia Geral

Ban chega à Bolívia para participar da Conferência do G-77 + China

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031