Tóquio recebe reunião internacional sobre fim do HIV e da malária

Ouvir /

Capital japonesa abriga encontro do Fundo Global sobre financiamento de programas para acelerar erradicação de epidemias; ministros da saúde e Bill Gates participam da conferência de dois dias.

A cobertura universal de saúde é especialmente importante para o fim de epidemias como HIV, tuberculose e malária. Foto: Unaids

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo Global promove a partir desta quarta-feira uma reunião internacional sobre financiamento de programas que buscam acabar com o HIV, a tuberculose e a malária.

O encontro de dois dias ocorre na capital japonesa Tóquio, com debates também sobre promoção da cobertura universal de saúde. Participam ministros da saúde, o co-fundador da Fundação Bill & Melinda Gates, Bill Gates, a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, e outros especialistas.

Acesso

O Fundo Global lembra que em setembro, os países adotaram os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que têm entre as metas reduzir desigualdades e encaminhar o mundo em direção à cobertura universal de saúde.

Segundo a entidade, o encontro é paralelo à uma conferência promovida pelo governo do Japão sobre financiamento a sistemas de saúde e promoção de tratamento e medicamentos acessíveis à população.

O Fundo Global ressalta que a cobertura universal de saúde é especialmente importante para o fim de epidemias como HIV, tuberculose e malária, doenças que surgem em meio à pobreza e à discriminação.

Valores

A cada três anos, o Fundo busca apoio financeiro e na reunião em Tóquio será anunciado o valor necessário para o financiamento de atividades ligadas ao combate das três epidemias.

O Fundo Global é uma parceria criada para acelerar o fim da Aids, da tuberculose e da malária. Participam governos, entidades da sociedade civil, setor privado e pessoas afetadas pelas doenças.

Por ano, são mobilizados e investidos quase US$ 4 bilhões para apoiar programas em mais de 100 países.

Leia Mais:

Entrevista: OMS e combate à malária nos países lusófonos em África

Moçambique vai aumentar resposta ao HIV

OMS: mais de 6 milhões de mortes por malária foram evitadas desde 2000

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031