Surto de cólera já matou 166 pessoas na Tanzânia

Ouvir /

Segundo o Escritório do coordenador residente da ONU, país está a lutar contra surto da doença que começou no fim de agosto e já afetou 19 regiões da nação; presidente cancelou as comemorações do Dia da Independência, esta quarta-feira; fundos serão usados no controlo da cólera.

A Tanzânia e a República Democrática do Congo lideram os números de casos e de mortes seguidas pelo Iraque. Foto: Unicef/Marco Dormino

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Tanzânia está a lutar contra um grande surto de cólera que começou em Dar es Salaam, no fim de agosto deste ano e, até o momento, afetou 19 das 30 regiões do país.

Segundo o Escritório do coordenador residente da ONU na nação africana 10.984 casos da doença e 166 mortes foram registadas até 6 de dezembro, tanto no continente quanto em Zanzibar.

Mortalidade

Mais de 42% dos casos foram relatados em Dar es Salaam. O índice de mortalidade de 1,5% é considerado alto pelos padrões da Organização Mundial da Saúde, OMS.

Em 7 de dezembro, 97 novos casos suspeitos foram registados.

Dia da Independência

O novo presidente, John Pombe Magufuli, emitiu uma ordem para cancelar as celebrações do Dia da Independência, esta quarta-feira, 9 de dezembro, para que o dia e os recursos sejam usados em atividades relacionadas ao controlo da cólera.

Comissários regionais estão a trabalhar na mobilização da resposta. Comités de coordenação para preparo e resposta à cólera foram criados nos distritos e a nível regional.

Leia Mais:

Ban felicita eleições pacíficas e ordeiras na Tanzânia

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031