Políticas comerciais podem ajudar a alcançar segurança alimentar

Ouvir /

Relatório da FAO disse que leis devem ser criadas com o objetivo de desenvolver os países; documento afirma que ampliação das normas tem como meta a eliminação da fome e da desnutrição.

Venda de frutas e vegetais em um mercado no Egito. Foto: FAO

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, lançou esta quarta-feira relatório dizendo que "o alinhamento das políticas comerciais e de desenvolvimento agrícola é a melhor forma de se alcançar a segurança alimentar".

O documento cujo título é: "Estado dos Mercados de Commodities Agrícolas" diz que o desafio para os congressistas e especialistas que preparam as leis ampliou.

Fome e Desnutrição

Segundo a FAO, eles devem garantir que a expansão dessas leis "trabalhe em favor e não contra a eliminação da fome, da desnutrição e da insegurança alimentar".

O relatório cita a necessidade de se reduzir a "recente polarização das visões sobre o comércio no setor". Alguns especialistas insistem que o "comércio livre" gera mais disponibilidade e acesso aos alimentos enquanto outros têm uma opinião mais cautelosa.

Eles citam que a recente volatilidade dos preços dos alimentos demonstra a necessidade de uma atenção maior ao comércio, incluindo uma variedade de salvaguardas para os países em desenvolvimento.

O relatório afirma que a situação global mudou muito na última década, com o comércio de comida quase triplicando em volume, em particular de frutas, vegetais, peixes, carne e laticínios.

Brasil

A América Latina se tornou a região que mais exporta alimentos, superando a América do Norte e dando início a um novo mapa político Sul-Sul de fluxo comercial.

Os acordos regionais proliferaram e, enquanto as importações de commodities estão dispersas, as exportações desses produtos estão concentradas em poucos, como por exemplo, o Brasil com o açúcar e os Estados Unidos com os grãos.

O relatório mostra que "políticas apropriadas geralmente dependem de até quanto os mercados nacionais estão avançados e se comportam de forma competitiva oferecendo aos participantes mecanismos para gestão de risco".

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031