ONU precisa de US$ 20,1 bilhões para fornecer ajuda humanitária em 2016

Ouvir /

Valor é necessário para alcançar mais de 87 milhões de pessoas em dezenas de países; valor do apelo humanitário é recorde, sendo cinco vezes maior que o pedido feito há uma década.

Mulher carregando criança na cidade de Presevo, Sérvia, na fronteira com a Macedônia. Foto: Unicef/Tomislav Georgiev

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Mais de 125 milhões de pessoas no mundo precisam de assistência humanitária, pelas estimativas das Nações Unidas. Com ação coordenada, agências da ONU e parceiros pretendem fornecer ajuda urgente para 87,6 milhões de pessoas vulneráveis e marginalizadas em 2016.

Para isso, será necessário um valor recorde de  US$ 20,1 bilhões, ou cinco vezes mais do que o pedido feito há uma década. O apelo humanitário 2016 foi apresentado esta segunda-feira pelo subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários.

Sobrevivência

Em Genebra, Stephen O'Brien disse que "o sofrimento no mundo atingiu níveis nunca vistos em uma geração". Ele explicou que "conflitos e desastres colocaram milhões de crianças, mulheres e homens à beira da sobrevivência, que precisam desesperadamente de ajuda".

O'Brien fez um apelo à comunidade internacional para responder de forma generosa ao pedido de financiamento, essencial para que ONU e parceiros possam entregar comida, medicamentos, fornecer abrigo, proteção e assistência educacional e de saúde.

Países

Para o começo de 2016, o plano é fornecer ajuda em 37 países, incluindo Síria, Iraque, Sudão do Sul e Iêmen. No mundo, 60 milhões já pessoas foram forçadas a abandonar suas casas.

No lançamento do apelo humanitário 2016, o alto comissário da ONU para Refugiados afirmou que o sistema humanitário é muitas vezes a única rede segura para pessoas que fogem de guerras.

António Guterres disse ser claro que com o atual nível de recursos, as agências não estão conseguindo fornecer o mínimo em termos de proteção e ajuda vital. Neste ano, os doadores internacionais forneceram US$ 9,7 bilhões, ou 49% do apelo humanitário 2015.

Leia Mais:
Acnur preocupado com violência na fronteira grega, pede mais segurança

ONU condena ataque centro mantido pela Médicos Sem Fronteiras no Iémen

Liberar fundos antes de desastres pode transformar resposta humanitária

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031