Mali tem 380 mil crianças fora da escola em áreas inseguras

Ouvir /

Aulas por meio da rádio estão previstas em campanha para apoiar alunos e professores; projeto do Unicef cobre seis cidades do norte; plano de dois anos vai promover a paz e desencorajar a discriminação.

Milhares de crianças fora da escola no Mali. Foto: Unicef/Dicko

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Mais de 380 mil crianças com idades entre sete e 15 anos continuam fora da escola em regiões inseguras no norte do Mali, três meses após o início do ano escolar.

Uma em cada seis escolas continua encerrada nessas áreas quase quatro anos depois do agravamento da situação de segurança. O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, anunciou que 280 estabelecimentos estão nessa situação.

Falta de Professores

A maioria dos edifícios está há três anos danificada, destruída, saqueada ou ocupada pelas partes em conflito. Em Kidal, uma das áreas mais atingidas, quase oito em cada 10 escolas continuam fechadas.

A violência também provocou a falta de professores. Cerca de 600 docentes fugiram das zonas de conflito ou já não se apresentam ao serviço devido à insegurança.

O Unicef anunciou a iniciativa Toda a Criança Conta, que pretende apoiar o acesso à educação com ações que serão desenvolvidas em dois anos. As cidades beneficiárias são Gao, Kidal, Mopti, Segou e Timbuktu.

Consolidação da Paz

Mais de 2 mil professores devem ter oportunidades de formação e materiais de aprendizagem através da iniciativa. Durante o período, cerca de 100 mil kits com material escolar serão fornecidos aos alunos.

O apoio inclui ações sobre a consolidação da paz e milhares de folhetos a serem distribuídos aos alunos e as suas comunidades para promover o tema e desencorajar a discriminação.

Uso da Rádio

A campanha prevê alternativas aos programas de ensino acelerado que incluem aulas por meio da rádio para as crianças fora da escola. Vários estabelecimentos  de ensino serão reabilitados no projeto que prevê dar informação às crianças sobre o perigo de engenhos explosivos não detonados.

O Mali tem 1,4 milhões de crianças afetadas pela crise, um número equivalente a mais de uma em cada seis. O conflito provocou cerca de 62 mil deslocados internos e obrigou 139 mil pessoas a procurar refúgio na região.

Leia Mais:

Ban condena ataque que matou um funcionário da ONU no Mali

Mulheres estão a liderar a recuperação do Mali

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031