Iémen: dezenas de camiões com alimentos do PMA chegam a Taiz

Ouvir /

Província central iemenita está sob virtual estado de sítio; terceiro grupo de veículos da agência está a caminho da área que recebeu 31 camiões; conflito fez aumentar para 7,6 milhões o número de afetados pela insegurança alimentar.

PMA pede liberdade e segurança de movimento no Iémen. Foto: OMS/Iémen.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa Mundial de Alimentação, PMA, anunciou esta quinta-feira a chegada de dois comboios de assistência à província iemenita de Taiz. São 31 camiões com comida suficiente para cerca de 145 mil pessoas num mês.

De acordo com a agência da ONU, os alimentos são extremamente necessários para os moradores que vivem em condições difíceis, na área central que está “sob virtual estado de sítio”.

Emergência

Taiz é uma das 10 províncias assoladas pela insegurança alimentar grave, que está no nível de “emergência”.

Pelo menos uma em cada cinco famílias da área não tem comida suficiente para levar uma vida saudável. Estes  perderam os seus meios de subsistência e enfrentam taxas de desnutrição aguda com risco de vida.

Após a chegada dos carregamentos na terça-feira, o PMA confirmou que o terceiro comboio está a caminho do distrito de Mudhafar.

Desafios

De acordo com a representante da agência no Iémen, o PMA enfrenta enormes desafios de acesso para oferecer assistência necessária na principal cidade, onde a situação humanitária piorou durante os últimos dois meses.

Purnima Kashyap disse que é necessária liberdade e segurança de movimento dentro do país, para fazer chegar assistência alimentar ao maior número possível de pessoas antes que a situação evolua para fome.

Operações

A responsável lembrou que o PMA é totalmente financiado por contribuições voluntárias e também precisa urgentemente de fundos para as suas operações.

 

Kashyap afirmou que o acesso por estrada é extremamente difícil devido aos intensos combates e bombardeamentos na área, que em novembro recebeu comida para apenas 10 mil pessoas. Cerca de 1,8 milhão de iemenitas foram abastecidos no período em todo o país.

Nas últimas semanas, a coordenação entre todas as partes do conflito permitiu a entrada de auxilio humanitário da agência a Taiz.

Assistência Urgente

De acordo com o PMA,  o número de pessoas que enfrentam insegurança alimentar aumentou em 3 milhões em menos de um ano passando a um total de 7,6 milhões. A agência sublinha que o nível requer assistência urgente e externa.

Mais de 1 milhão de pessoas são alcançadas por mês no Iémen, onde o conflito piorou a já difícil situação de segurança alimentar.

Leia Mais:

Acnur e OIM lançam apelo de US$ 94 milhões para pessoas em fuga do Iémen

ONU anuncia negociações de paz para o Iêmen 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031