Conselho de Segurança debate situação na Coreia do Norte

Ouvir /

Alto comissário de Direitos Humanos alerta sobre contínua violação; Zeid Al Hussein afirmou que "natureza institucional e severidade dos abusos representam ameaça à paz e à segurança internacionais”.

Zeid Al Hussein fala com jornalistas após sessão no Conselho de Segurança. Foto: ONU/Rick Bajornas

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança da ONU debateu esta quinta-feira a situação de direitos humanos na Coreia do Norte.

O alto comissário das Nações Unidas de Direitos Humanos, Zeid Al Hussein, disse que as "graves violações continuam no país".

Ameaça

Segundo Zeid, "a natureza institucional e a severidade dos abusos representam uma ameaça à paz e à segurança internacionais.

Falando a jornalistas depois da sessão no Conselho, Zeid "deixou claro que deve haver prestação de contas pelas graves e sistemáticas violações dos direitos humanos que podem ser consideradas crimes contra a humanidade".

O alto comissário citou ainda "o sequestro de estrangeiros, os desaparecimentos forçados, o tráfico e o contínuo movimento de refugiados e de pessoas em busca de asilo".

O representante da ONU declarou que milhões de pessoas na Coreia do Norte têm seus direitos e liberdades negados pelo governo. Elas não podem se movimentar livremente dentro ou para fora país e nem falar sobre as injustiças que estão sendo vítimas.

Campos de Prisioneiros

Zeid afirmou que a Comissão de Inquérito Internacional Independente criada pelo Conselho de Direitos Humanos descreveu em detalhes a "terrível natureza do sistema dos campos de prisioneiros".

Nesses locais, os prisioneiros, incluindo crianças, passam fome, são obrigados a realizar trabalho forçado e muitos são executados, torturados ou estuprados.

Segundo a Comissão de Inquérito, centenas de milhares de pessoas morreram nos campos de prisioneiros em várias décadas. Calcula-se que neste momento até 120 mil continuem detidos nesses locais.

Zeid disse que o governo norte-coreano está fazendo esforços para engajar no plano internacional. O alto comissário mencionou o convite feito pelas autoridades da Coreia do Norte para que ele visite o país.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031