Condições do clima pioram, mas refugiados continuam chegando à Grécia

Ouvir /

OIM calcula que 30 mil pessoas alcançaram as ilhas gregas desde o dia 1 de dezembro; país já recebeu 771 mil migrantes neste ano; mau tempo e condições difíceis do mar levam à redução das saídas de barcos do norte da África.

A OIM continua ajudando na realocação dos refugiados e migrantes. Foto: OIM

Leda Letra da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, informa que apesar da piora das condições meteorológicas, muitos migrantes e refugiados continuam saindo de barco da Turquia e chegando à Grécia.

Cerca de 30 mil pessoas alcançaram as ilhas gregas desde o início do mês. Entre janeiro e dezembro, 771 mil migrantes cruzaram o mar até a Grécia. Segundo a OIM, o total de mortes no Mediterrâneo neste ano ultrapassa 3,6 mil.

Trajetória

A maioria das vítimas, mais de 2,8 mil, havia saído do norte da África com destino à Itália. Mais de 600 mortes foram de pessoas que saíram da Turquia rumo à Grécia e outras 94 haviam deixado a África Ocidental.

A OIM também continua acompanhando a situação na fronteira da Grécia com a ex-República Iugoslava da Macedônia. Mais de 23,7 mil sírios, iraquianos e afegãos conseguiram cruzar a fronteira entre 30 de novembro e 8 de dezembro, mas pessoas de outras nacionalidades foram impedidas.

Itália

A polícia grega informou que 2,3 mil migrantes do Paquistão, Somália, Marrocos, Blangadesh e Argélia foram levados de ônibus para o centro de Atenas.

Em relação à Itália, a OIM destaca que as difíceis condições do mar e o mau tempo levaram à redução da chegada de migrantes que deixavam o norte da África. Na quarta-feira, 196 pessoas foram resgatadas do mar, de acordo com a guarda costeira italiana.

Balanço 2015

A OIM continua ajudando na realocação dos refugiados e migrantes. Nesta sexta-feira, 14 homens da Eritreia chegam à Finlândia, país que recebeu na quinta-feira 24 sírios e iraquianos.

O balanço divulgado pela agência parceira da ONU até o momento é o seguinte: entre 1 de janeiro e 10 de dezembro, 148 mil migrantes chegaram à Itália e 2,8 mil morreram ao fazer a travessia. A Grécia registrou 771 mil chegadas e 684 mortes. Malta, Chipre e Espanha são outros países que receberam refugiados.

A maioria dos que chegam à Itália são civis da Eritreia, Nigéria, Somália, Sudão, Síria e Gâmbia. A Grécia recebe mais refugiados da Síria, do Afeganistão, do Iraque, do Paquistão e do Irã.

Leia Mais:

Primeiro grupo de refugiados da Síria chega ao Canadá

Acnur e OIM lançam apelo de US$ 94 milhões para pessoas em fuga do Iémen

Acnur: preocupação com retórica sendo usada na campanha eleitoral americana 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031