2015 teve o mês de novembro mais quente da história

Ouvir /

Temperatura média nas superfícies terrestre e do oceano foi 0.97°C acima da média do século 20, recorde desde 1880; período entre janeiro e novembro também foi o mais quente, segundo agência meteorológica americana.

Levantamento foi feito pela agência americana Noaa

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O período de janeiro a novembro de 2015 foi o mais quente já registrado desde 1880, de acordo com a Administração Nacional Atmosférica e Oceânica dos Estados Unidos, Noaa. A temperatura nas superfícies da terra e do mar nos primeiros 11 meses do ano foi 0.87° Celsius acima da média do século 20.

Os dados foram apresentados esta sexta-feira, em Genebra, pela porta-voz da Organização Meteorológica Mundial, OMM.

Novembro

Clare Nullis afirmou que a agência da ONU acredita que 2015 será o ano mais quente da história, especialmente porque o El Niño está aumentando as temperaturas em vários países.

O mês de novembro também foi o mais quente desde 1880: a temperatura na superfície terrestre e na superfície dos oceanos foi 0.97°C acima da média para o século 20.

Gelo 

Assim, o recorde global de temperatura foi quebrado pelo sétimo mês consecutivo. Ainda segundo a agência americana que fez o levantamento, a extensão do gelo do mar Ártico foi 8.3% menor do que a média registrada no período de 1981 a 2010. Já a extensão do gelo na Antártida subiu 1.2%, sendo a 14ª maior para o mês de novembro no período.

Sobre os Estados Unidos em particular, a OMM explica os fatores que estão gerando temperaturas fora do normal para o mês de dezembro. A poucos dias do início oficial do inverno, a costa leste americana está mais quente devido aos impactos da mudança climática e os efeitos do El Niño.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031