Unicef: ações urgentes para combater surto de cólera no Iraque

Ouvir /

Epidemia já infectou mais de 2,2 mil pessoas, cerca de 20% delas crianças;   início do ano escolar foi adiado por um mês em muitas partes de país.

Para manter sua resposta, o Unicef precisa urgentemente de US$ 12,7 milhões. Foto: OMS/Pauline Loyce Ajello

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, faz parte das ações urgentes em curso no Iraque para proteger comunidades e famílias dos efeitos de um surto de cólera.

A epidemia já infectou mais de 2,2 mil pessoas, cerca de 20% delas crianças,  em 15 das 18 províncias do país.

Campanha

O Unicef e a Organização Mundial da Saúde, OMS, estão apoiando a resposta liderada pelo Ministério da Saúde iraquiano, entregando e assegurando o abastecimento de água potável e fornecendo tratamento para pessoas com sintomas de cólera.

As agências também estão realizando uma campanha nacional de comunicação para ajudar as pessoas a se protegerem da doença.

Segundo o representante do Unicef no Iraque, Peter Hawkins, "infelizmente, há um alto risco do cólera atingir mais áreas no país", afetando, entre outros,  "crianças marginalizadas e deslocadas". Por isso, ele afirmou que é preciso "agir rápido".

Fortes Chuvas

Fortes chuvas no fim de outubro inundaram diversas áreas do país consideradas vulneráveis para a propagação do cólera.

Desde que o surto foi confirmado em meados de setembro, o Unicef tem apoiado a distribuição de garradas d'água para 37 mil pessoas e caminhões de água com 100 mil litros por dia, beneficiando 5 mil pessoas.

Também foram instalados tanques de água e distribuídos kits de higiene e produtos químicos para tratamento da água. O Unicef forneceu ainda ajuda para tratar pacientes denutridos.

Escolas e Redes Sociais

Para garantir que o público entenda de forma adequada a ameaça representada pelo cólera, material de informação sobre a doença está sendo distribuído pelo país.

O Unicef cita mensagens em escolas, visitas a domicílios, e informação sendo enviada através de SMS, mídias sociais, meios de comunicação de massa e cartazes em áreas de alto risco.

O início do ano escolar foi adiado por um mês em muitas partes de país. O fundo da ONU destaca que as operações humanitárias no Iraque permanecem criticamente subfinanciadas.

Para manter sua resposta ao surto de cólera, o Unicef precisa urgentemente de US$ 12,7 milhões.

Leia Mais:

ONU recebeu apenas 46% do financiamento para ajuda humanitária | Rádio das Nações Unidas

OMS coordena campanha de vacinação em massa contra cólera no Iraque | Rádio das Nações Unidas

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031