"Polícia da ONU tem papel crucial no sucesso das Missões de Paz"

Ouvir /

Afirmação foi feita pelo subsecretário-geral das Nações Unidas para Operações de Paz em pronunciamento no Conselho de Segurança; Hervé Ladsous citou o trabalho dos agentes na proteção de civis.

Polícia da ONU no Sudão do Sul. Foto: ONU/JC McIlwaine

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O subsecretário-geral da ONU para Operações de Paz, Dpko, Hervé Ladsous, afirmou que o contingente da Polícia da ONU, Unpol, tem um papel crucial no sucesso das Missões de Paz das Nações Unidas.

Ladsous fez a declaração em pronunciamento esta sexta-feira no Conselho de Segurança, em Nova York.

Responsável

O subsecretário-geral disse que "a polícia da ONU é responsável pelas atividades de proteção da população civil e pelo treinamento das forças de segurança locais".

Na última década, o número do contingente policial da ONU quase triplicou, chegando a 13 mil. Os agentes participam de 10 das 17 missões de paz da ONU atualmente em todo o mundo.

Ladsous declarou que "ao melhorar as capacidades dos policiais, os 15 países-membros do conselho vão melhorar ainda mais as condições dos agentes para proteger a população".

Urgente

Ele explicou que nesse processo está incluído o deslocamento rápido de unidades especiais da polícia em situações de proteção urgente.

O chefe das Operações de Paz citou o trabalho feito na República Centro-Africana onde os agentes monitoram os acampamentos de deslocados internos.

Os policiais da ONU conseguiram evitar um ataque na capital, Bangui, no mês passado, realizado por homens armados do ex-grupo rebelde Séléka.

Haiti

Ladsous mencionou também o trabalho da Unpol no Haiti, em operações conjuntas com a Polícia Nacional Haitiana, no ano passado, permitindo que o governo pudesse restabelecer a ordem em áreas conturbadas.

Numa operação na favela Grand Ravine, na capital Porto Príncipe, foi possível realizar atividades humanitárias e de desenvolvimento, incluindo a distribuição de água e de cuidados médicos.

A Unpol também fornece ajuda essencial no treinamento e na formação da polícia nacional do Mali. Mais de 8 mil agentes das forças de segurança do país já foram treinados.

O vice-comissário de polícia da Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss, Charles Brent, falou no Conselho de Segurança sobre as ameaças diárias que seus agentes recebem para manter a ordem em acampamentos para civis, chamados de POC. Esses locais já abrigam 180 mil pessoas.

Ameaças e Assassinatos

Na República Democrática do Congo, o comissário de polícia Pascal Champion, da Missão de Estabilização no país, Monusco, disse que seus agentes têm enfrentado "ameaças e assassinatos" nos últimos 18 meses.

Na Libéria, o comissário Greg Hinds, da Missão de Paz da ONU, Unmil, afirmou que o contingente teve um papel importante na restauração da paz e da estabilidade depois de vários anos de guerra civil.

Outro fator citado por Hinds foi o trabalho realizado pelos policiais para controlar a situação e ajudar nas operações por causa da epidemia de ebola, que começou em 2014. Quase 11 mil pessoas foram infectadas pelo vírus da doença no país e mais de 4,8 mil morreram.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031