OMS pede mais ação para combater epidemia global de diabetes

Ouvir /

Agência da ONU fez o alerta para marcar o Dia Mundial de Combate à doença, este sábado, 14 de novembro; 350 milhões de pessoas no mundo sofrem do problema que é responsável pela morte de 1,5 milhão de pessoas por ano.

A OMS calcula que o diabetes será a 7ª causa de morte no mundo até 2030. Foto: OMS/Sergey Volkov

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial das Saúde, OMS, quer mais ação da comunidade internacional na luta contra a crescente epidemia global de diabetes.

A declaração foi feita para marcar o Dia Mundial de Combate ao Diabetes, este sábado, 14 de novembro.

350 Milhões

Segundo a agência da ONU, 350 milhões de pessoas no mundo sofrem do problema. Em 2012, o diabetes foi responsável diretamente pela morte de 1,5 milhão de pessoas, sendo que 80% delas em países de baixa e média rendas.

O assunto é tão importante que a OMS vai dedicar o Dia Mundial da Saúde, em abril do ano que vem, ao diabetes.

O objetivo é chamar atenção pública sobre o aumento da doença e as consequências e impactos sofridos pelos pacientes, principalmente nos países mais pobres.

A organização quer implementar ações eficazes e baratas para evitar, diagnosticar, tratar e cuidar das pessoas que contraírem diabetes.

Diabetes Tipos 1 e 2

Para a agência da ONU, a comunidade internacional deu um passo fundamental para combater a epidemia ao concordar com a meta de reduzir em um terço as mortes causadas por doenças crônicas, incluindo o diabetes, dentro de 15 anos.

A OMS calcula que o diabetes será a 7ª causa de morte no mundo até 2030. Os médicos explicam que existem duas formas da doença. O organismo dos pacientes diagnosticados com diabetes tipo 1 não produz insulina e por isso eles necessitam das injeções para sobreviver.

As pessoas que têm o tipo 2 da doença representam 90% dos casos. O organismo delas produz insulina mas não em quantidade suficiente ou não a utiliza da forma apropriada.

Geralmente, as pessoas com diabetes tipo 2 estão acima do peso e são sedentárias.

Com o passar do tempo, a OMS diz que a alta taxa de açúcar no sangue causa problemas nos principais órgãos do corpo humano. Eles podem levar a ataques do coração, derrames, problemas renais, cegueira, impotência e infecções que levem à amputação de algum membro.

Os especialistas disseram que se a doença for tratada da forma correta, os impactos podem ser minimizados. Eles afirmam que até mesmo os que sofrem do diabetes tipo 1 podem ter uma vida longa e saudável se mantiverem os níveis de açúcar sob controle.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031