Guiné-Bissau: ONU apoia projeto para ajudar a manter ganhos ambientais

Ouvir /

Pnud e governo formalizaram iniciativa de US$ 2,5 milhões; objetivo é reforçar capacidades institucionais de estruturas para preservar áreas protegidas de todo o país.

Sustentabilidade do meio ambiente é prioridade do governo guineense. Foto: Banco Mundial

Amatijane Candé, da Rádio ONU em Bissau.

As Nações Unidas apoiam a consolidação dos resultados alcançados no domínio ambiental na Guiné-Bissau.

Um projeto nesse sentido foi assinado esta terça-feira em Bissau pelo Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud, e pelo governo guineense.

Gestão

O protocolo prevê que a agência execute os trabalhos para reforçar a sustentabilidade financeira e a gestão operacional do sistema das áreas protegidas.

O Pnud e o governo guineense formularam a iniciativa de US$ 2,5 milhões denominada "Reforço do quadro financeiro e operacional das áreas protegidas".

Biodiversidade

A ideia é consolidar os resultados alcançados na conservação da biodiversidade durante quatro anos, estando a implementação a cargo da agência da ONU.

A representante do Pnud louvou a assistência técnica dada pela agência da ONU e pelo Banco Mundial ao Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas na elaboração do projeto. Maria do Vale Ribeiro realçou os objetivos do projeto.

Nível Nacional

" O objetivo deste projeto é de fortalecer a eficácia da sustentabilidade financeira e de gestão do sistema nacional das áreas protegidas, tendo como foco o reforço de capacidades institucionais das estruturas de preservação das áreas protegidas ao nível nacional".

Para Maria Ribeiro, a questão ambiental é um tema integral e universal e a sustentabilidade do meio ambiente é prioridade do governo guineense, ao qual reiterou o apoio do Pnud na melhora da eficácia e da sustentabilidade do sistema das áreas protegidas.

Desertificação

Segundo ela, as áreas protegidas fazem parte dos objetivos do desenvolvimento sustentável.

"As áreas protegidas fazem parte do ODS 15, proteger e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade".

O Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas da Guiné-Bissau, em parceria com a Direção Geral da Floresta, irá implementar o projeto, financiado pelo Fundo Mundial para o Ambiente e o Pnud.

A cerimónia foi presidida pelo secretário de Estado do Ambiente, Seco Cassamá.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031