FAO lança Ano Internacional das Leguminosas 2016

Ouvir /

Agência da ONU quer promover o poder das proteínas e os benefícios à saúde dos legumes secos; chefe da agência disse que leguminosas são importantes para segurança alimentar, principalmente em países em desenvolvimento.

Leguminosas fazem parte da dieta tradicional e geralmente são produzidas por pequenos agricultores. Foto: FAO/Giuseppe Bizzarri

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, lançou, esta terça-feira, oficialmente 2016 como sendo o Ano Internacional das Leguminosas.

O objetivo da agência da ONU é promover no ano que vem o poder da proteína e os benefícios à saúde dos legumes secos.

Feijão

As leguminosas mais populares são os diversos tipos de feijão: preto, mulatinho, manteiga e carioca; grão-de-bico, ervilha, soja, lentilha e fava, entre outros.

O diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, disse que "as leguminosas são colheitas importantes para a segurança alimentar de grande parte das populações, em particular na América Latina, África e Ásia.

Nessas regiões, as leguminosas fazem parte da dieta tradicional e geralmente são produzidas por pequenos agricultores.

Segundo Graziano da Silva, "elas têm sido também parte essencial da dieta humana há vários séculos. Apesar disso, o valor nutritivo das leguminosas não é reconhecido e muitas vezes é desprezado".

Fome e Desnutrição

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que esses alimentos contribuem de forma significativa para combater a fome, a segurança alimentar, a desnutrição e os desafios ambientais e de saúde.

A Assembleia Geral da ONU declarou 2016 como o Ano das Leguminosas com o tema: "Sementes Nutritivas para um Futuro Sustentável". A meta é chamar atenção para os muitos benefícios desses alimentos, como também para aumentar a produção e o comércio.

Segundo a FAO, as leguminosas representam uma fonte alternativa de proteínas mais barata do que as encontradas nas carnes. Elas também têm o dobro das proteínas do trigo e o triplo do arroz.

Graziano da Silva disse ainda que as leguminosas são ricas em micronutrientes, aminoácidos e vitamina B, substâncias que as tornam partes essenciais de uma dieta saudável.

Leia Mais:

Para FAO, clima adverso ditou aumento dos preços da comida em outubro

FAO: clima adverso faz preço dos alimentos crescer 3,9% em outubro

Novo censo agrícola começa em 2016 para reunir informações sobre o setor

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 6 MIN, 28 DE JULHO DE 2017
JORNAL DA ONU - 6 MIN, 28 DE JULHO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2017
S T Q Q S S D
« jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31